Segundo a pesquisa Metrópoles/Ideia, Ibaneis Rocha (MDB) continua como líder das intenções de voto no DF

Por: Redação

Cerca de (29,1%) dos eleitores do DF disseram que votariam em Ibaneis se as eleições fossem hoje, porém a ida às urnas será apenas em 2 de Outubro, situação que demonstra grande tendência do atual governador crescer e vencer o pleito já no primeiro turno.

Foto: Agenda Capital

Já o segundo colocando, o ex-governador Arruda (PL-DF), que está com (22,2%) depende ainda da decisão coletiva dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que será proferida em 3 de Agosto, sobre a repercussão geral da retroatividade da Lei de Improbidade para continuar na corrida ao GDF.

Leia também: Que papelão! Arruda vai a festas julinas e chama para a “porrada”

Os dados são referentes à pesquisa estimulada, quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados aos eleitores.

O senador Reguffe (União Brasil) foi apontado por (12,6%) dos entrevistas. Logo atrás está a senadora do (PDT), Leila com (6,8%), na terceira colocação vem o senador Izalci Lucas (PSDB) com (5,0%), seguido do ex-secretário de Educação Rafael Parente do (PSB) pontuando com (4,6%). A pesquisa aponta que o distrital Leandro Grass (PV) tem (3,0%) das intenções de voto.

No final da fila pontuam com (1%) – Keka Bagno (PSol), Winston Lima (PRTB), Lucas Salles (DC), Robson da Silva (PSTU) e João Vicente Goulart (PCdoB).

O percentual de eleitores indecisos chegou a 10,0%. E 4,8% disseram que votariam branco ou nulo.

Espontânea

A pesquisa espontânea – na qual não são apresentadas opções aos entrevistados – mostra Ibaneis isolado na frente da corrida pelo Palácio do Buriti. Nesse cenário, o pré-candidato à reeleição tem (21,3%) das intenções de voto dos eleitores.

No caso de Arruda, (3,7%) dos eleitores afirmaram que votariam nele se as eleições fossem hoje. Reguffe soma (3,0%), enquanto Rafael Parente tem (2,5%).

Leila tem (2,0%) das intenções de voto espontâneas; e Izalci possui (1,1%).

Outros postulantes ao Governo do DF foram indicados pelos eleitores no levantamento espontâneo: Grass (0,5%), Keka (0,5%), Rosilene Corrêa (0,2%), Winston Lima (0,2%).

Em contrapartida, (53,8%) dos eleitores disseram que não sabem ainda em que votariam. Outros (11%) afirmaram que optariam por votar branco ou nulo. E (4,0%) informaram outros nomes.

Confira o resultado da pesquisa estimulada:

Foram ouvidas 1.200 pessoas entre a última quarta-feira (13/7) e esse domingo (17/7). A metodologia utilizada é a de pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado, através de inquérito telefônico, junto a uma parcela representativa do eleitorado do DF.

A margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.

A pesquisa foi registrada no Superior Tribunal Eleitoral (TSE) sob o número DF-02959/2022.

Comentários