Que papelão! Arruda vai a festas julinas e chama para a “porrada”

Por: Ivan Rodrigues

O ex-governador cassado José Roberto Arruda (PL-DF), espera ansioso a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a aplicação retroativa da Lei de Improbidade Administrativa, marcada para o dia 03 de Agosto, que poderá lhe devolver os direitos políticos, assim como para outros fichas sujas.

Material distribuído por Arruda em festas julinas (Riacho Fundo) que foi jogado no chão
Arraiá dos Pioneiros 2022

Antes mesmo da decisão do STF, Arruda começou a sair às ruas, a fim de testar sua popularidade indo a duas festas julinas – uma no Riacho Fundo I, na Paróquia São Domingo Sávio; e a outra no Arraiá dos Pioneiros 2022, no Núcleo Bandeirante. Nas duas, Arruda foi vaiado e chamado de “ladrão” por presentes ao festejo.

A situação deplorável para o ex-governador de quase 70 anos, ficou marcada no Núcleo Bandeirante, quando exaltado, Arruda prometeu distribuir “porrada” em alguns presentes. Antigamente Arruda distribuía panetones!

Fato ocorrido no último final de semana.  

Comentários

  • Carolina Castro disse:

    Não adianta retornar para a política enquanto se perde a família senhor Arruda.
    Meu amigo falecido Jofran Frejat deixou-me claro que preferia deixar a política a vender a alma para você, e, assim o fez. Vai cuidar da sua família antes que outro o faça, acho que fui clara.

  • Oscar disse:

    Cara e cassado por corrupção e ainda quer ser aplaudido, só no Brasil mesmo , vagabundo faz o que quer e ainda por conta dessas leis contraditórias se beneficia e sai solto , população acordou e não dá margem pra bandido ..parabéns a minha linda cidade maravilhosa , núcleo bandeirante.

  • Nilton Machado disse:

    Vc não publicou meu comentário. Por quê?

    1. Nilton Machado, boa tarde.
      Seu comentário é ofensivo, razão pela qual não será autorizado. Por fim, presenciamos tudo, inclusive há testemunhas oculares do fato (vaias e palavras de ordem como: “ladrão”). Outro ponto foi o Arruda ter xingado a deputada Paula Belmonte com palavras de baixo calão para alguns dos presentes, mas isso será pauta para a próxima matéria.