Mãe de Lázaro Barbosa chora ao saber da morte do filho; mas Lázaro fez outras mães chorarem primeiro

Por: Redação

A mãe de Lázaro Barbosa, Eva Maria de Souza, chorou ao saber, nesta segunda-feira (28), às 10h horas, que seu filho Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto pela polícia de Goiás, declarou a familiar.

O criminoso usava um casaco da Polícia Militar do Distrito Federal quando foi alvejado por muitos tiros, após atirar contra os policiais da ROTAM.

Policiais militares da Rotam carregam corpo de Lázaro

Eva Maria já havia pedido que Lázaro se entregasse, esse era o plano, afirma uma familiar que pediu para não ser identificada.

>16 dias de caçada a Lázaro já custa R$ 2 milhões aos cofres públicos

>Quádruplo homicídio no DF: corpo de Cleonice Marques de Andrade é encontrado sem as roupas em córrego

“O que eu te peço, se você estiver me ouvindo ou vendo, você se entrega e esclarece toda a verdade, está saindo muito mentira. Mais mentira do que verdade”, disse a mãe de Lázaro em entrevista.

Segundo esta familiar, Eva Maria esperava que “seu filho se entregasse em sua companhia para esclarecimentos sobre muitos pontos atribuídos a Lázaro. Mas ele havia afirmado que não se entregaria”. Uma tia de Lázaro já havia afirmado que ele ligou para mãe e disse que não agiu sozinho no caso da morte da família [Vidal] em Ceilândia, no Incra 9, nem revelou o nome do outro envolvido.

Cláudio Vidal, Cleonice Marques, Gustavo Vidal e Carlos Eduardo Vidal foram mortos em Ceilândia, no DF, caso atribuído a Lázaro.

Lázaro Barbosa morreu sem dizer sobre a participação do outro ou outros autores nesse crime que deu início a sua caçada e morte. Não acabou ainda, como muitos acreditam, até que os comparsas sejam presos e julgados por seus crimes.

Eva, que se mudou para a Bahia, já declarou seu desejo de enterrar o filho em sua cidade, segunda a fonte ao portal S&DS.

Comentários