CPI da Covid – Fabio Wajngarten dá munição contra Pazuello e coloca Bolsonaro como alvo

Por: Ivan Rodrigues

Ivan Rodrigues
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Em depoimento hoje (12), à CPI da Covid, o ex-secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, foi questionado sobre suas declarações à “Veja” sobre a gestão do governo federal em relação à compra de vacinas na pandemia do novo coronavírus.

Talvez também te interesse: Trump estará envolvido na reeleição de Bolsonaro

Wajngarten foi questionado pelos senadores acerca das afirmações dadas por ele à revista “Veja” relacionado ao Ministério da Saúde, ante as dificuldades em fazer avançar o processo de compra das vacinas da Pfizer.

“Incompetência, incompetência. Quando você tem um laboratório americano com cinco escritórios de advocacia apoiando uma negociação e você tem do outro lado um time pequeno, tímido, sem experiência, é 7 a 1”, afirmou Wajngarten no áudio divulgado.

Bolsonaro está colhendo o que plantou. Sempre esteve em claro ataque às instituições, alguns de seus apoiadores fizeram o mesmo seguindo o seu exemplo pagando um preço muito alto. O presidente que é capitão reformado do exército esqueceu de uma lição básica do militarismo – quando se abrem muitas frentes de batalhas a defesa fica enfraquecida -, ainda mais uma defesa como pontuou Wajngarten: “pequeno, tímido, sem experiência”.

Comentários