Bastante criticado pela TV Globo em Brasília, Hospital de Base salva a vida do jornalista Gabriel Luiz

Por: Redação

jornalista Gabriel Luiz, foto reprodução: Instagram

O jornalista Gabriel Luiz, de 29 anos, repórter da TV Globo em Brasília, atacado e esfaqueado na noite de quinta-feira (14), em um estacionamento perto da casa dele no Sudoeste, em Brasília, por um homem de 19 anos e um adolescente foi socorrido no Centro de Trauma do Hospital de Base do DF (HBDF), passando por cirurgias bem-sucedidas ficando internado até ser transferido para um hospital particular no Lago Sul, na tarde desta sexta-feira (15).

Gabriel teve perfurações em diversas partes do corpo que lesionaram inclusive órgãos internos como estômago, pulmão, pâncreas e o diafragma. Também teve perfurações no braço e pulso, no pescoço e na perna esquerda, com menor risco.

Os valorosos profissionais do Hospital de Base, que é administrado pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF), salvaram a vida do jornalista. É assim com qualquer cidadão que venha necessitar de seus serviços, que é referência em trauma e alta complexidade de assistência hospitalar.

Os dois suspeitos foram presos nesta sexta-feira (15): um jovem de 19 anos, e um adolescente, de 17 anos.

O portal S&DS está na torcida pela pronta recuperação do nosso amigo jornalista.

Comentários

  • Gutemberg disse:

    Realmente é uma unidade de referência. O problema é a pressão do Entorno e os pacientes que procuram a unidade para tratar dor de garganta, ouvido, febre, mal estar… como bem colocou na matéria é para alta complexidade.