Matou a ex-mulher a marretadas, atirou contra a tia, se jogou da Ponte Rio-Niterói e foi para o Hades

Por: Redação

Ele não aceitava o fim do relacionamento e, por isso, teria cometido o crime. Corpo da mulher foi encontrado por vizinha em beco.

Bruna Araújo de Souza, 27 anos, e o ex-marido, Haroldo da Silva Amorim, 41.
A marreta usada no crime

Bruna Araújo de Souza, de 27 anos, foi morta a golpes de marretadas e tiros pelo ex-marido, Haroldo da Silva Amorim, 41, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Segundo amigos, ele não aceitava o fim do relacionamento e, por isso, teria cometido o crime na manhã de quinta-feira (13/1).

Após assassinar Bruna, que teve o corpo encontrado por uma vizinha em um beco da região onde morava, bairro Rio do Ouro, o ex-marido furtou um carro de uma oficina próxima, fugindo e se jogando do vão central da Ponte Rio-Niterói, sendo socorrido por uma lancha do Corpo de Bombeiros em estado gravíssimo, lendo levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio, não resistindo e vindo a óbito.

Antes da fuga, disparou contra a tia, Cidinea da Silva Russell, que foi responsável por reconhecer o corpo do sobrinho na unidade hospitalar.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí assumiram as investigações.

Comentários