Enfermagem pode decidir eleição contra ou a favor de Bolsonaro – piso salarial nacional

Por: Ivan Rodrigues

Há cerca de 2,4 milhões de profissionais de enfermagem no Brasil. Sendo 85% formado por mulheres e 15% por homens.

E, esses milhões de valorosos trabalhadores de importância essencial para a sociedade, vão cobrar mais valorização por parte do chefe do executivo nacional, com sua articulação junto aos deputados federais sobre a aprovação do piso salarial nacional do enfermeiro, do técnico e do auxiliar de enfermagem e também da parteira (PL 2.564/2020), e sanção por parte do mesmo ao projeto.

A enfermagem já marcou seu posicionamento político sobre o tema: aprovação e sanção do texto conforme feito pelo Senado Federal, sem alterações, ou, rejeição nas urnas por 2,4 milhões de votantes.

Comentários