Liderança bolsonarista na enfermagem, vai expor ao chefe do executivo a importância da sanção presidencial do piso salarial dos profissionais

Por: Redação

Jair Bolsonaro (PL), com o ativista bolsonarista na saúde, enfermeiro Célio Riguete

O Plenário do Senado aprovou no dia (24/11), na forma de um substitutivo, o projeto que institui o piso salarial nacional do enfermeiro, do técnico e do auxiliar de enfermagem e também da parteira (PL 2.564/2020). A proposta é de autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) recebeu voto favorável da relatora, senadora Zenaide Maia (Pros-RN), que apresentou o substitutivo aprovado em Plenário.

O texto que será analisado pela Câmara dos Deputados, onde já há maioria pela aprovação por parte dos parlamentares, em razão da pressão dos milhões de profissionais de todo o Brasil, sindicatos e conselhos de classes. 

Acontece que a Federação Brasileira de Hospitais e Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos são contrários à aprovação e sanção do Piso Nacional da Enfermagem pois não querem perder parte de seus lucros. 

O enfermeiro e técnico de enfermagem, Célio Riguete, liderança bolsonarista dentro da enfermagem, buscará junto ao presidente Jair Bolsonaro (PL), que honre àqueles que estão à frente no combate da pandemia do novo coronavírus.

“Falar que a aprovação do PL impacta a sociedade, impacta disruptivamente o setor, cria salários descolados das diferentes realidades nacionais gerando desemprego e aumenta o preços dos planos de saúde é apenas uma cortina de fumaça com vistas a manutenção dos vultuosos lucros dos empresários do setor. Já o setor público, precisa ser visto com mais seriedade, por parte dos deputados com a aprovação de orçamento compatível com a demanda do SUS, com dignidade salarial para aqueles que fazem a saúde do Brasil, ” reforça Riguete.

O encontro deve ocorrer nesta semana, e o portal irá publicar com exclusividade.

Comentários

  • Nádia Battella Gotlib disse:

    O texto acima precisa ser revisto. Há vários erros de português. Uma vergonha!

    1. Não há erros de português, o Google Chrome que está com um bug no sistema de idiomas. Se o Chrome falhar, travar, trazer palavras erradas ou não for iniciado corretamente, … Erro de proxy no Google Chrome: … Corrigir problemas da rede e denunciar problemas do site.
      Abra com: Firefox, Internet Explorer, Opera…e verá a comprovação.
      Muitos leigos em programação acreditam que os robôs não são passíveis de erros.