2022 | Esquerda perdida e dividida no DF, Ibaneis larga na frente

Por: Redação

Paulo Tadeu (PT-DF), Rollemberg (PSB) e Agnelo Queiroz (PT) em 2010.

Perdida igual a cachorro que caiu do caminhão de mudança, a esquerda no Distrito Federal, tenta se recompor e juntar os cacos deixados pelo ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), em sua passagem pelo Palácio do Buriti.

Os partidos de esquerdas: PT, PSB, PDT, PCdoB, Cidadania querem retornar ao poder em 2022, mas esbarram no legado do pessebista Rollemberg que foi rejeitado nas urnas com a vitória do atual governador Ibaneis Rocha (MDB).

O PT quer distância do grupo de Rollemberg, tido como a pior gestão que Brasília já teve. O Partido dos Trabalhados já começou a discutir o nome do ex-deputado federal e candidato derrotado ao senado Geraldo Magela (PT).

Caros companheiros e companheiras Presidentes Zonais

Ontem à noite eu encaminhei um comunicado para a Executiva Regional me colocando à disposição do Partido para disputar o governo do DF.

Este debate foi iniciado pelo Diretório Regional na reunião de março e será intensificado até o mês de junho, quando o Partido deverá se reunir para tomar as decisões sobre estes temas.

Também me coloco à disposição para dialogar sobre este tema com a Zonal que você coordena.

Grande abraço
Geraldo Magela.

Ex- governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e a ex-secretária de Esportes, Turismo e Lazer, Leila Barros.

O PSB por vez, não abre mão de lançar a pupila de Rollemberg a senadora Leila do Vôlei (PSB-DF) de primeiro mandato, com pouquíssima experiência, para ser a concorrente de Ibaneis. Ocorre que nem o deputado distrital do partido na Câmara Legislativa, Roosevelt Vilela (PSB-DF), acredita neste projeto de Leila governadora, estando mais alinhado ao atual governador Ibaneis Rocha. O PDT na Câmara Legislativa, através de seu deputado Cláudio Abrantes, segue alinhado com o governo, pois acredita que o DF deu um salto de gestão com Ibaneis Rocha.

Talvez também tenha interesse: A senadora Leila do Vôlei permanece em silêncio sobre os desvios milionários em sua instituição

Senhores e senhoras,
Estamos entrando em contato para saber se ainda continua filiado aos PSB-DF. Se a resposta for sim, por gentileza entrar em contato através do whatzap +55 61 9343-XXXX.  Começamos as rodas de conversas para nos organizarmos para a eleição de 2022, com a nossa senadora Leila e Rollemberg.  Aguardo seu retorno. E agradeçamos a atenção.
Executiva do PSB – Distrito Federal

Ex-governador Rolemberg e Reguffe eleições em 2014

O senador Reguffe (PODEMOS) que fez a promessa de não concorrer ao Palácio do Buriti em 2018 e nem disputar a reeleição em 2022, terá que descumprir, pela primeira vez, suas palavras caso queira continuar na vida pública. Como não aglutinou um grupo político em torno de uma possível candidatura sua ao governo do DF, Reguffe busca apoio nos bastidores da política.

Tudo isso, ainda vai depender das movimentações políticas nacionais, que ditarão as composições de apoio local. Com isso, diante de um canteiro de obras em que se transformou Brasília, com gerações de empregos, aquecimento da economia, Ibaneis segue angariando apoios até da esquerda, quem diria!

Comentários