“América primeiro!” EUA querem comprar toda produção de vacinas contra a Covid-19

22 de Julho de 2020

Redação


Estudo preliminar de vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech foi promissor, apesar de 50% dos pacientes terem efeitos colaterais como febre, dor de cabeça e fadiga

Os Estados Unidos fecharam um acordo com as farmacêuticas Pfizer e BioNTech, nesta quarta-feira (22) para comprar, ainda em 2020, pelo menos 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19.

Pfizer e BioNTech informaram que não vão conseguir produzir mais do que isso neste ano. A vacina desenvolvida pelas empresas passarão por uma fase de testes no Brasil e em outros países.

Em seu discurso de posse Donald Trump exaltou e prometeu que os EUA estariam em primeiro lugar, sempre. Veja trecho do seu discurso abaixo.

“A partir deste dia, uma nova visão governará nossa terra. A partir deste dia, vai ser apenas a América em primeiro. América primeiro!”, disse Trump.

Informação emitida pelas farmacêuticas diz que os EUA fizeram um pedido inicial de 100 milhões de doses e está disposta a desembolsar um montante de US$ 1,95 bilhão por elas, depois da aprovação da profilaxia pela FDA – Agência de Alimentos e Drogas dos EUA (sigla em inglês). O acordo firmado ainda prevê entrega de até 600 milhões de doses da vacina aos EUA ao longo do ano seguinte.

Com informação da Reuters

3 Comentários

  • Rosane disse:

    O Governo dos EUA assinou um acordo de prioridade por vacina com Pfizer e BioNTech.

  • Fernanda disse:

    “A partir deste dia, uma nova visão governará nossa terra. A partir deste dia, vai ser apenas a América primeiro. América primeiro!”, disse Trump. Segundo ele, a partir de agora, todas “as decisões sobre o comércio, sobre impostos, sobre imigração, sobre assuntos externos, de saúde serão feitas para beneficiar trabalhadores americanos e fábricas americanas”.

  • CPD disse:

    A Corrida por imunização. O Brasil será usado apenas como cobaia para servir aos países ricos.

Leave a Comment