Médico que defendeu ivermectina contra a Covid-19 é internado na UTI

15 de Julho de 2020

Joaquim Inácio de Melo Júnior

Joaquim Inácio de Melo Júnior

Uma campanha nas redes sociais iniciada por amigos e familiares do médico cirurgião Joaquim Inácio de Melo Júnior pede a doação de sangue tipo A positivo ou AB. O médico foi diagnosticado com Covid-19 e, quem puder ajudar, pode procurar o Hemolabor, no Setor Aeroporto, em Goiânia, para a doação de plasma. A exigência é ter se curado do novo coronavírus, ter mais de 18 anos e, em caso de mulheres, não ter filhos ou sofrido abortos.

Joaquim chegou a dar entrevista à TV Serra Dourada na última semana e alegou fazer uso de medicamentos, como a ivermectina, como forma de tratamento da Covid-19. Além disso, defendeu o uso do medicamento. Segundo ele, o uso do vermífugo serviria para evitar o agravamento da doença.

Fonte: site Mais Goiás

2 Comentários

  • Alan Duarte - Médico de Família disse:

    Respeito seu direito e poder sobre a prescrição terapêutica de seus pacientes. O nobre amigo poderia me informar qual é o protocolo adotado quando recebe um paciente IgM positivo?

  • Thiago Pereira disse:

    Como médico clínico em GO, não prescrevo esse protocolo do desconhecimento da ciência para meus pacientes. Torço pela recuperação do meu amigo de profissão.

Leave a Comment