300 EQUIPAMENTOS – BRB faz doação de bombas de infusão e monitores para a saúde do DF

25 de Abril de 2020

Foram 300 equipamentos que possibilitarão abrir 100 leitos de UTI

A Secretaria de saúde recebeu, neste sábado (25), a doação de 150 bombas de infusão e 150 monitores de sinais vitais. Os equipamentos foram entregues pelo BRB e darão a possibilidade de abrir mais 100 leitos de UTI em hospitais da rede. Ainda foram entregues seis mil equipos descartáveis, que somados aos 18 mil adquiridos pela pasta, permitem insumos para uso por 180 dias.

“Esse ato de entrega é simples, mas muito importante. Nos permitirá montar mais 100 leitos e está dentro de uma programação de entregas à população do Distrito Federal. Somada a outras ações, nas próximas três semanas, teremos, aproximadamente, 700 leitos de UTI no DF, só para Covid”, ressaltou o secretário de Saúde, Francisco Araújo, destacando que Brasília tem hoje, o que qualquer lugar do mundo gostaria: mais de 120 leitos de reserva para o Covid-19.

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, destacou o trabalho que tem sido feito pelo governo do Distrito Federal. “Para que a gente tenha a dimensão exata do significado disso, temos acompanhado a evolução das ações, principalmente com relação a leitos de UTI para pacientes com coronavírus. Com a doação de hoje, vamos conseguir multiplicar essa quantidade”, frisou.

Além da doação dos equipamentos, conforme lembrou Paulo Henrique, o BRB tem ajudado o DF com outras ações durante a pandemia. “Muito além de uma instituição financeira, estamos junto da população, atuando de maneira a gerar o desenvolvimento econômico e social, melhorando a qualidade de vida da população”, disse. Ele destacou que, até o momento, já são R$1,3 bilhão de limites de crédito aprovado e de operações renegociadas.

UNIÃO – A Secretaria de Economia também tem atuado fortemente durante a pandemia, não somente orientando o GDF quanto à flexibilização na abertura do comércio, mas também ao liberar recursos para a Secretaria de Saúde. “A economia já transferiu para a pasta mais de R$ 250 milhões. A estimativa de gasto, neste período de covid, é em torno de R$ 500 milhões. Então, o governador e sua equipe estão de parabéns, em especial, o secretário Francisco, por ter de trabalhar com estes recursos, o que exige competência e conhecimento no que faz”, elogiou o secretário de Economia, André Clemente.

LEITOS – Com os equipamentos recebidos neste sábado, será possível abrir, já na próxima semana, mais 10 leitos de UTI no Hospital Regional da Asa Norte, referência para tratamento de coronavírus. “Com isso, sairemos de 10 para 25 leitos na unidade. Na nossa programação, gradativamente, abriremos mais leitos no Hospital Regional de Santa Maria, Hospital de Base e na UPA do Núcleo Bandeirante. Nesta unidade abrimos 20 leitos ontem e a previsão é chegar a 43”, adiantou o secretário adjunto de Assistência, Ricardo Tavares.

Ele complementa que ainda estão previstas aberturas de mais leitos nos hospitais regionais de Sobradinho, Taguatinga e da Região Leste, no Paranoá.

Conforme lembrou o secretário de Saúde, Francisco Araújo, todos os leitos que estão sendo abertos, além de permitir a folga de espaços para receber pacientes de Covid-19, também possibilitou que a Secretaria zerasse a fila da regulação de leitos. “Hoje, nenhum paciente fica mais do que 24 horas esperando um leito de UTI no Distrito Federal”, frisou.

Presente à entrega dos equipamentos, o vice-governador, Paco Brito, agradeceu a todos os servidores do GDF, pela atuação em todas as frentes, lembrando também de todas as doações que a Secretaria de Saúde tem recebido, inclusive, da iniciativa privada.

“Todas essas ações e sob a batuta do nosso líder, Ibaneis Rocha, conseguimos achatar a curva, ou seja, não sobrecarregar os leitos hospitalares e com essa injeção de equipamentos, aumentando o número de leitos, só prova que o governador está acertando”, frisa Paco Brito. Ele ressaltou, ainda, a flexibilização da abertura do comércio, que está sendo feita com orientação de técnicos. “Nossa prioridade é com a saúde e a vida da população”, finalizou.

Também presente ao ato de entrega, o chefe da Casa Civil, Valdetário  Andrade lembrou das três frentes que precisam ser enfrentadas ao mesmo tempo e que o governo tem conseguido lidar com todas elas. “Temos a pandemia, que é um problema mundial, a crise econômica e as crises sociais. O esforço de todos nós, em combater, ao mesmo tempo, essas três dificuldades, é importante e tem sido espetacular”, declarou.

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Geovana Albuquerque/ Agência Saúde

#medicamentos – #sintomas – #ventiladores

Leave a Comment