Por favor, nos ajude! Grávida de gêmeos diagnosticada com a Síndrome da Transfusão Feto-Fetal

18 de Dezembro de 2019

Síndrome da Transfusão Feto-Fetal

Ilustração das anastomoses (ligações) vasculares entre os fetos. O fluxo sangüíneo vai preferencialmente de um feto (doador) para o outro (receptor). Nesta ilustração a placenta, o cordão e alguns vasos estão apagados. As anastomoses (indicadas com a seta) estão em maior realçe.

Comentário no site em 16/12/2019 às 23:19

Olá! Minha sobrinha está grávida de gêmeos e foi diagnosticada com uma doença chamada Síndrome da Transfusão Feto-Fetal. Moramos em Goiânia- Goiás e aqui não faz esse procedimento. Estamos muito preocupados porque ela está subindo muito a pressão e não sabemos como proceder para ela realizar esse procedimento. Não temos nenhuma condição financeira e descobrimos que no HUB realiza esse procedimento. Por favor, nos ajude! Obrigada!” Lucilene Sousa

A Síndrome da Transfusão Feto-Fetal (STFF) é uma complicação que pode ocorrer nas gestações de gêmeos quando os dois fetos (bebês) dividem a mesma placenta mas estão em bolsas diferentes [são as chamadas gestações monocoriônicas e diamnióiticas]. A STFF ocorre em aproximadamente 5 a 20% das gestações monocoriônicas (uma placenta).

Se for adotada uma conduta expectante – ou seja, não fazer nenhum tipo de tratamento – a mortalidade pode chegar a 100% para os dois bebês. Contudo, se for realizado um tratamento dentro do útero [chamados condutas invasivas], pode-se conseguir uma redução desta mortalidade.

O site

Senhora Lucilene Sousa em contato com a direção do Hospital das Clínicas da UFG, segue abaixo a resposta da unidade.

O Hospital das Clínicas da UFG oferece tratamento para gestações de alto risco, inclusive para casos de Síndrome de Transfusão Feto-Fetal e de pré-eclâmpsia.
Para ser atendida no HC-UFG, a gestante deverá consultar primeiramente em um Cais ou Posto de Saúde próximo à sua residência e pedir encaminhamento para o HC-UFG. A Central de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia ficará responsável pelo agendamento da primeira consulta dela no Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia do HC-UFG.​


Atenciosamente,
Thalízia Ferreira
Assessoria de Comunicação Unidade de Apoio Corporativo 
Superintendência 
Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás

Prezados, bom dia!

Diante da resposta positiva do HC-UFG e a paciente ser moradora de Goiânia, informo que estou à disposição caso precisem de alguma informação relacionada ao HUB.
Atenciosamente,
Tatiane Cristine Cortiano
Assessoria de Comunicação Social Hospital Universitário de BrasíliaEmpresa Brasileira de Serviços Hospitalares
(61) 2028.5040 | 2028.5394 | 9 9203.5536S
Cep: 70840-901 – Brasília/DF

Leave a Comment