Novo presidente do BRB promete cobrir qualquer taxa praticada no mercado e revela grandes novidades

06 de Outubro de 2019

Presidente promete cobrir taxas praticadas no mercado

Entrevista coletiva do presidente do BRB, Paulo Henrique Costa

O presidente do Banco Regional de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, durante entrevista coletiva na última sexta-feira (04/10), demostrou o quanto o banco está competitivo e pronto para enfrentar o contexto digital.

No contexto de competição de mercado, o BRB é a única instituição financeira a ofertar a seus clientes devedores (90%) porcento de descontos em quitação junto ao banco. O site pesquisou quatro grandes bancos em comparativo e nenhum oferece, atualmente, o mesmo serviço.

Nossa instituição quer estar junto a nossos clientes em qualquer situação. Para isso, reconhecemos a necessidade de um banco mais humano, destaca Paulo Henrique.

O BRB no Exterior

O Banco está equipado, atualmente, para realização de saques no exterior?

Nos equipamos para que nossos clientes tenham, também, mais esse serviço a sua disposição no exterior.

A instituição está presente apenas no Distrito Federal?

Precisamos desmistificar, atualmente, boa parte dos negócios fazemos de maneira eletrônica. Queremos que as pessoas tenham o BRB como seu banco público, seguro e para ações de fomento, contamos com 145 mil pontos de atendimento. Desta forma cobrimos o Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão e Rondônia.

Por que o BRB foi patrocinar o Flamengo, e a Confederação Brasileira de Basketball (CBB)?

Porque nesta estratégia de regionalização, e, na estratégia digital de presença nacional do BRB é preciso uma marca nacional. Ninguém vai abrir uma conta no Rio de Janeiro porque patrocinamos o cerrado, ou porque patrocinamos o Universo/Brasília. Vão abrir porque patrocinamos a seleção brasileira de Basketball. Fizemos esse movimento para começar a expor a marca do BRB.

O servidor do Senado Federal, Paulo Cézar Rocha, morador da cidade de Águas Claras, após saber do patrocínio do BRB ao Flamengo, fez questão de abrir uma conta no Banco.

Se é bom para o meu time do coração, não tenho dúvidas, como um flamenguista convicto que estarei presente direta e indiretamente ajudando, finaliza Cézar.  

O BRB já se posiciona como uma plataforma?

Esse conceito de plataforma que vende produtos de vários bancos para mim é o conceito que vai prevalecer. E, nós, já começamos a se posicionar nesse mercado e, poucas pessoas sabem disso.

Como presidente?

Em primeiro lugar a corretora do BRB que vende produtos de várias seguradoras, não tem uma seguradora cativa. Temos  condição de oferecer a quaisquer clientes o melhor produto, adequado a realidade dele com o menor preço. Outro movimento que começamos o Open Bank, que chamamos de correspondente bancário digital, tecnicamente falando. Estamos vendendo consignado na internet, ou seja; tem o cliente do INSS ou servidor público federal que entra neste site (bxblue), ao fazer a cotação aparecerá 5 ou 6 bancos em que o BRB é um deles, num período de 3 semanas, já contratamos um milhão e meio de operações.

Temos contratos em Porto Alegre, Alagoas, Maranhão, dentro outros, ou seja, está estratégia de nacionalização da atuação digital já está acontecendo e vai se fortalecer com a plataforma digital de investimento, fortalecendo dessa forma o lançamento do banco digital.

Banco digital quando?

Será lançado no primeiro trimestre do ano que vem nosso banco digital com grandes novidades.

Lançamentos atuais do BRB?

Não tinhamos cartão de crédito Visa Infinite, nós lançamos. Foi lançado recentemente o cartão de crédito Sou Mais Mulher, e vendeu como água, tendo até acabado o plástico de confecção. Neste conceito de banco plataforma, o BRB tem que ser um banco completo. Aumentamos a disponibilidade de sistema de 80 % para 98%, temos uma disponibilidade de sistema igual a qualquer outro grande banco. No mobile a quantidade de funcionalidades que foram adicionadas também foi uma novidade importante. Todas a linhas de créditos estão pré-aprovadas, o cliente consegue ver na primeira tela.

Para pessoas jurídicas?

Teremos o mobile PJ, que já está em teste e para lançamento em 30 dias, há um conjunto de clientes rodando-o para ver se não tem algum problema, para em outubro ser lançado. Recentemente, lançamos um BankNet PJ que é o internet, o anterior era complexo e os clientes reclamavam, pois, não conseguiam pagar conta em lote, não conseguiam processar folha de pagamento em lote. Em um mês e meio que lançamos o BankNet PJ já conquistamos mais de 20 mil contas por meio de folha de pagamento. É o cliente testando e vindo pela simplicidade do acesso da plataforma que esse novo BankNet oferece.

Rumores de privatização do BRB, procede?

Não! O governador Ibaneis quando me convidou para a presidência do BRB pediu-me para transformá-lo em uma instituição capaz de competir de igual para igual com qualquer banco. Temos que ser grandes, aumentar o número de clientes e obter resultados. O Governo do Distrito Federal (GDF) vai receber, no dia 10 de outubro, cem milhões do BRB em dividendo para financiar obras, como um dos resultados do BRB. Enquanto, há muitas estatais dando prejuízo, o BRB está mandando dividendos devido ao seu lucro e ajudando a resolver os problemas dos cidadãos. O governador Ibaneis Rocha vai anunciar um conjunto de obras com o resultado do banco.

Temos tês eixos de atuação. Tamanho é o primeiro eixo (com aumento do resultado e o aumento na quantidade de clientes, e o aumento da nossa presença nas cidades); segundo elemento (importância), ou seja, nossa participação nas agendas estratégicas, por exemplo, o sistema de bilhetagem eletrônica, o cartão material escolar,  nos próximos meses o governo vai anunciar uma série de outros programas sociais direcionados a educação e esporte, e o BRB estará presente de maneira ativa na construção com apoiador das diversas políticas públicas do DF exercendo o papel de banco público. Por último, melhorar a qualidade do processo, melhorar o atendimento, melhorar a imagem, melhorar a agilidade e melhorar tecnologia.           

1 Comentário

  • Ana Mara (servidora da saúde - técnica de enfermagem) disse:

    Consegui um bom desconto de (90%) na quitação à vista. Foram 05 anos tentando fazer algum acerto. Essa nova direção é mais humana.

Leave a Comment