Brics: Brasil lançará plataforma digital de projetos em tecnológica

30 de Julho de 2019

Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul



Cerimônia Oficial de Chegada dos Ministros de Relações Exteriores do BRICS. Local: Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro. Foto: Arthur Max/MRE

O Brasil sediará XI Cúpula do Brics ocorrerá nos dias 13 e 14 de novembro de 2019, no Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. O país assume a presidência com o mote: crescimento econômico para um futuro inovador.

Em reunião, nesta sexta-feira (26) com os ministros das Relações Exteriores do bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, no Rio de Janeiro, o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo disse o país quer fortalecer a cooperação soberana e construtiva no interior do bloco, entregando resultados práticos.

O ministro antecipou que o Brasil pretende lançar na cúpula, em novembro, uma plataforma digital de projetos em inovação tecnológica conjunta entre os cinco países que formam o bloco.

“O que nós esperamos muito certamente é que o novo processo de crescimento, que eu tenho certeza está se iniciando no Brasil aí com a reforma da Previdência e outras reformas, isso se traduza aí em mais participação do BRICS. Acho que isso será quase um processo natural”.

Entre as prioridades da presidência brasileira do BRICS para 2019 são as seguintes:

  • Fortalecimento da cooperação em ciência, tecnologia e inovação;
  • Reforço da cooperação em economia digital;
  • Adensamento da cooperação no combate aos ilícitos transnacionais, notadamente ao crime organizado, à lavagem de dinheiro e ao tráfico de entorpecentes;
  • Incentivo à aproximação entre o Banco do BRICS e o Conselho Empresarial do agrupamento.

Venezuela

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pediu aos ministros que ouçam o anseio dos venezuelanos por liberdade e democracia. “A solução seja basicamente uma transição democrática com o fim da presença do regime Maduro no poder e a organização de eleições livres”, defendeu o Ernesto Araújo.B 

Brics

O Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Responde por 42% da população, 23% da economia, 30% do território e 18% do comércio mundial.

Além de encontros em nível ministerial, o bloco realiza desde 2009 reuniões de chefes de estado e de governo dos países que formam o grupo. A próxima reunião de cúpula vai ocorrer em novembro em Brasília, já que o Brasil tem a presidência rotativa do BRICS neste ano.

Leave a Comment