Mães do DF pedem a volta da Carreta da Mulher

Por: Ivan Rodrigues

Carreta da MulherFalar da continuidade de um programa do governo anterior para o atual é o mesmo que chamar para a briga Eduardo Cunha e Dilma Rousseff.

Mas as senhoras Corina Andrade e Sônia Rodrigues, moradoras da Colônia Agrícola Arniqueira e Riacho Fundo, clamam pela volta do [Programa Carreta da Mulher] implantado pelo governo de Agnelo Queiroz (PT), em 12 de março de 2012.

O programa foi finalizado no governo do socialista Rodrigo Rollemberg (PSB), sendo também alvo de ações do MPDFT, a Carreta da Mulher deixou ‘órfãos’ nossas mulheres.

“O GDF não poderia contratar a carreta porque a rede pública de saúde oferece os mesmos serviços”, informa o promotor de justiça Jairo Bisol.

Segundo informações da própria secretaria de Saúde do DF, as quatros Carretas da Mulher realizaram mais de 161.000 exames no período de um ano e sete meses.

Desse total, mais de 55.000 mamografias, 59.000 ecografias diversas e 47.000 preventivos do câncer de colo de útero.

O setor de Diagnósticos da Secretaria de Saúde não quis informar quantas pacientes aguardam mamografias e ecografias diversas.

Comentários