UPA do Núcleo Bandeirante – horas extras, designação, nada de nomeação e bater ponto

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

O site Saúde & Direitos Sociais recebeu denúncia de práticas não republicana na UPA do Núcleo Bandeirante.

Acessamos o seu site diariamente e devido ter material de relevância para a saúde e sociedade que queríamos denunciar o descaso com a UPA do Núcleo Bandeirante.

Denúncia

Trata-se da gerente da UPA do Núcleo Bandeirante a médica ginecologista Lucilene Maria Florêncio de Queiroz que ocupa a gerência da unidade designada desde (24/02/15), no interesse de não ser nomeada para fazer hora extra, que por sua vez é mais interessante na qualidade de médica, pois uma hora extra de médico paga pela SES/DF é o equivalente ao mês todo do cargo de gerente.

“A escala está assinada pelo chefe médico, o que valida como documento. Ela tem realizado os plantões e pode ser verificado por qualquer cidadão olhando o relatório”.

Tanto ela como o chefe médico são bastante ausentes da UPA, em especial no horário comercial [8-12h e 14-18h].

Hora extra praticada por ela

Plantões de horas extras [26/07 pt , 08/08 pn , 12/08 pn , 15/08 pn , 16/08 pn , 22/08 pn , 23/08 pt e pn , 05/09 pn].

O site esclarece que, não é só na UPA do Núcleo Bandeirante que esta pratica é acobertada, temos conhecimento também das mesmas praticas no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB).

Gestão eficiente se faz nomeando médicos para áreas administrativas com tantos administradores e técnicos administrativos à disposição para o oficio.

 ASCOM/SES-DF

 Ivan,

A Secretaria de Saúde informa que a servidora em questão apenas responde pela gerência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, não sendo nomeada em cargo de comissão. Portanto, não há nenhum impedimento legal para que a funcionário faça horas extras.

Atenciosamente,

O site

Perguntem se querem ser nomeados ou fazerem horas extras!

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

20 Comentários

  • Luana disse:

    É impressionante como saúde se faz com gestão. Na upa agora quando tem 2 médicos é muito. Faltam servidores e sobram cobranças.
    será que vem a terceirização? se vier que melhore a vida do paciente e que possamos ir para um local com mais qualidade.

    Ivan, não esqueça aqui a Upa-Nb

    Continue nos ajudando

    • Cara Luana, só teremos gestão com profundas mudanças quando o povo aprender a votar. A gestão médico centrada é isso mesmo que você esta relatando, quem sempre foram os gestores do SUS? Anatomia e farmacologia que eu saiba não são matérias do curso de administração! Do Brasil tupiniquim, tenho vergonha!

  • Carla disse:

    PARABENS pelo trabalho, Ivan! NÃO ENTENDO como uma gestora assim continua, já teve até ação contra ela. Dr Eugênio faz falta: trabalhava e não era grosseiro ou manipulador / controlador.

    Só escolhem as melhores pessoas a gerente da matéria foi até processada:
    http://www.radaroficial.com.br/d/5997382542032896

    Num tinha outra melhorzinha não?

    • Prezada Carla, só os covardes se calam! Sou ameaçado, perseguido, xingado…Temos que denunciar e mostrar a verdade dos fatos, foi em razão do silêncio que chegamos ao caos. O governo quis colocar publicidade institucional no site como forma de nos calar, não vendo minhas convicções nem minha dignidade como cidadão. “Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver” Martin Luther King.

  • Geralda disse:

    É uma palhaçada sem fim, tá pior que novela das 9 viu.

  • Silas S. disse:

    Boa noite,
    Ontem foi engraçado na upa: poucos tec. Enfermagem, colocaram cola nos cadeados dos armários, raio-x sem funcionar e os servidores foram obrigados a escolher qual local (em taguatinga) terão de ir pela (chefe aurilene), poucos exames podem ser feitos na upa, falta vários medicamentos, sala amarela adulto super quente ( mal funciona o ar condicionado)… desrespeito com os servidores…
    É o caos

    Esses gestores são mais loucos que o batmam
    Como obrigam os servidores a sairem da unidade? Sem documento sem nada.

    Hoje os servidores querem fazer vaquinha para pagar o conserto. A visita (do técnico) estaria mais de mil reais.

  • Vaneça disse:

    Boa noite,
    A secretaria tá falida mesmo. Hoje a gerente Lu foi trabalhar de tarde, deve ser bom não ter quem controle seu horário. Em vez de fazer 40 horas como qualquer gerente basta bater o ponto e fazer plantões de 12h mesmo que batido o ponto no Hran.

    Tem hora extra sem o médico trabalhar, mas contratar servidor, nada.

    Parabéns pelo trabalho, Ivan.
    Perdi a esperança na SES (por essa e outras).

  • M. Helena disse:

    Bom dia,
    Pessoal, trabalho na ses e vi muito gestor medico ausente do serviço. Procura-se o chefe/gerente para resolver situações, mas nunca são achados no setor. E vi raros casos fazendo memorandos, pois, deixam acumular para precisar de uma secretária/técnico administrativo. Bastava um responsável técnico.

    Solução?
    Estudar para outro concurso

  • Tereza disse:

    Punição para medico?
    Será?

  • Camila disse:

    A Dra se atender 10 num plantão de 6h é muito. O que ela gosta é de dar alta nos que desistiram de esperar e estão de 2° chamada.
    Ivan, posta a produtividade médica dela, por gentileza.

    No ano passado mesmo com 3 médicos na upa a dra só queria atender paciente triado de laranja.
    Ficava só celular e reclamava demais, Agora é gerente.

  • junin disse:

    Metade da hora extra dela dava para consertar todos ares condicionados por ventiladores na entrada da recepção. Desperdício de dinheiro público.

  • Simone disse:

    Na upa -nb nem o chefe médico ajuda, até consertar erro em atestado ele fala para voltar quando o médico estiver de plantão. Isso causa muitos transtornos.

  • Ana disse:

    No Hrc (Ceilandia) acontece o mesmo chefia imediata da clínica médica internação não é nomeada mas faz hora extra.

  • Elias disse:

    Então é possível ganhar como médico num cargo de gerência e fazer horas extras na unidade que cuida. Não se tem assim um respeito ao princípio de freios e contra-pesos.

  • Anônima pela perseguição da Dr Wilna & Cia. disse:

    Se reclamarem do que falou de bater o ponto ( na verdade ela bate, mas na maioria das vezes não é na UPA). Basta pedir para provarem onde bate o ponto, porque bate o ponto em locais diversos ao serviço é no mínimo estranho!). O forponto registra qual ponto foi utilizado. A desculpa de que foi a uma reunião não cola se não mostrarem a ata.

  • Luís disse:

    No Hrsm (Santa Maria) existem 05 enfermeiros na rotina para 4 utis, inúmeros técnicos de enfermagem no material fora da assistência, se estamos com crise de Rh e por.falta de gerenciamento correto,pra que esse quantitativo.de pessoas fora da assistência, mas quando se trata de.horas extras os mesmos profissionais podem fazer,isso é um verdadeiro absurdo, governo deveria verificar isso é colocar todos cumprindo sua carga horária na assistência.

  • Ana disse:

    Se fosse apenas lá com certeza seria fácil, por exemplo na internação da clínica médica do Hrc a chefia imediata não é nomeada,e estava fazendo horas extras nos fins de semana.agora está sem fazer por estar de licença médica, mas é só retornar pra ver,assim como sua auxiliar de enfermagem que colabora na área administrativa faz também, e muita sujeira pra ser limpa.

  • Dr Audari disse:

    Creio que temos muitos médicos investidos em Cargos de Chefia. Temos também Enfermeiros, Técnicos, Administrativos. O SUS, que personifica a Saúde, é um Sistema cuja Legislação abriu um leque enorme à Democracia Participativa, na minha Leitura, o modelo mais equânime de política pública em Saúde. Há excessos de cargos em toda a SES. Não temos gestão harmônica há décadas! Então, fica essa ‘torre de babel’: cada grupo de Servidor põe a culpa nas Classes. O melhor modelo de gestão seria, no meu vislumbre, aquele em que TODOS saíssem dos seus CNEs, DFs e fizessem uma força-tarefa para salvar a Saúde. Na Upa que trabalho temos dois Gerentes Médicos, Três Enfermeiros Chefes e Dois Administrativos Mandando! Por que não retirar todos as Chefias e deixar um só Gerente Administrativo, e um Responsável Técnico, Médico, assistencial-administrativo, um Responsável pela Enfermagem, sem CNEs ou DFs, como é no Serviço Privado? Teríamos mais eficiência, mais eficácia e menor transferência a classe A, B ou C a culpa pela inoperância no Serviço Público. Lutemos pelo enxugamento da máquina pública como um todo, sem perder o espírito de Equipe Multidisciplinar, pois a união faz a força!

Leave a Comment