Lésbica – Mulher espancou a filha de 16 meses de sua namorada até a morte

Por: Redação

A segurança de um pub, Savannah Brockhill, 28, teria ameaçado bater em qualquer pessoa que olhasse para sua amante Frankie Smith, 20, da “maneira errada”.

Frankie Smith, 20, e Savannah Brockhill, 28, estão sendo julgadas pelo assassinato da pequena Star Hobson Crédito: Facebook
Star Hobson sofreu lesões abdominais "catastróficas" no apartamento de Smith
Star Hobson sofreu lesões abdominais no apartamento de Smith. Crédito: Facebook

As duas estão sendo julgadas pelo assassinato de Star Hobson, de 16 meses, que morreu após sofrer lesões abdominais no apartamento de Smith, em 22 de setembro do ano passado.

Houve a lesão por força bruta em razão do trauma – que rasgou a veia cava inferior, a maior veia do corpo – que só poderia ter sido causada por Brockhill ou Smith imediatamente antes de sua morte.

Uma autópsia descobriu que Star sofreu fraturas na tíbia direita e fraturas no crânio nas semanas que antecederam sua morte.

O júri ouviu que Brockhill fez várias buscas no Google, incluindo “enjoo após trauma contundente” e “o que poderia quebrar um tornozelo” na época em que os ferimentos de Star teriam acontecidos.

Brockhill também chamaria Star de “pirralha”, o tribunal tomou conhecimento.

Ela também postou um vídeo ameaçador de violência a qualquer pessoa que tivesse enviado uma mensagem para sua namorada Smith.

Uma legenda em outro vídeo dizia: “Eu sou uma psicopata quando se trata de minha namorada, e não me importaria de colocar alguém em uma cadeira pelo resto da vida se ela ao menos olhasse para ela de forma errada.

Fique seguro, não mande mensagens para minha namorada.”

A legenda foi seguida por emojis de faca e bomba.

Ambas negam o assassinato e também que não permitiram a morte de Star.

O julgamento segue.

Comentários