Bolsonaro na cova dos leões

Por: Ivan Rodrigues

Ivan Rodrigues
Bolsonaro discursou para apoiadores em Brasília no 7 de setembro: presidente disse que atos são um ‘ultimato’ aos demais Poderes da República

Ao desafiar os deuses do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), assumiu para si uma briga colossal [carnal e espiritual] de uma política e justiça que ‘jaz do maligno’. 


Neste momento, Bolsonaro está na cova dos leões e acreditam muitos cristãos que Deus irá fechar a boca dos leões por encontrar ‘inocência’ do chefe do executivo diante dele. 

Veja o que disse o líder espiritual Melquisedeque de Almeida de uma grande igreja de São Paulo. 


“O presidente Jair Bolsonaro está na covas dos leões como ocorreu com Daniel, porém, ele está no centro da vontade de Deus, desta forma, marcharemos juntos rumo a sua reeleição quando será fechada a boca dos leões,” finaliza Melquisedeque em um de seus sermões dominicais. 


Daniel na cova dos leões é uma narrativa de uma trama causada por oficiais do Império Aquemênida, no reinado de Dario, o Medo, que por um decreto real, no qual, não era permitido a adoração a nenhum Deus, senão, somente ao rei. Então o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e lançaram-no na cova dos leões. E, falando o rei, disse a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará.