‘Nem em um possível próximo mandato, Bolsonaro fará qualquer coisa contra o STF’

Por: Redação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prometeu na manhã de sábado (14/8), apresentar pedidos de impeachment contra os ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Horas depois do post de Bolsonaro, Mourão que diga, os ministros citados por Bolsonaro e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, receberam ligações afirmando que não será dado prosseguimento a pedidos de impeachment que o presidente diz protocolar, nesta semana. Um trecho da ligação, dito em um renomado restaurante de Brasília, dizia:

Nem em um possível próximo mandato, Bolsonaro fará qualquer coisa contra o STF

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirma reservadamente que, não dará prosseguimento a pedidos de impeachment que o presidente Jair Bolsonaro prometeu apresentar contra os ministros do STF.

A tática do presidente Bolsonaro de levar deputados e senadores para sua guerra, como ocorreu na votação da PEC do Voto Impresso [Proposta de Emenda à Constituição 135/19], rejeitada pela Câmara dos Deputados, no dia (10/8), demonstra a verdadeira cortina de fumaça estampada com seu fracasso e medo de agir monocraticamente, como muitas vezes bradou em fazer e não fez em 2 anos e 8 meses de governo.

Sem apoio suficiente na Câmara dos Deputados e Senado Federal, fica claro que o presidente está nu.

Comentários