Vacina pouca, o STF primeiro | Fux exonera secretário após reserva de vacinas

Por: Redação

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, exonerou o secretário de serviços integrados de saúde, Marco Polo Dias Freitas, após confusão envolvendo o pedido à Fiocruz, para que reservasse vacinas para magistrados e servidores da Corte.

Fux falou à CNN que não autorizou o médico a solicitar nenhuma vacina e que tudo ocorreu sem seu consentimento.

Contudo, há poucos dias, o ministro tinha dado uma declaração à TV Justiça, onde defendeu a imunização dos servidores. Ele alegou que se preocupava com as instituições do estado, Legislativo, Executivo e o Judiciário. E reforçou que a vacina era uma forma de “o Judiciário não parar”.

Fux afirmou que tinha conhecimento do pedido e que o médico teria agido em nome do STF. Por fim, reforçou que não queria nenhuma prioridade e que sequer sabia do ofício que foi entregue a Fiocruz. Será?

Comentários