Recebeu Auxílio Emergencial indevidamente? Saiba que você está na mira da Controladoria-Geral da União

29 de Maio de 2020

Ivan Rodrigues

De churrascos a compra de drogas – são alguns exemplos de mensagens de textos e vídeos que circulam em aplicativos de mensagens, onde muitas pessoas têm exibido publicamente o uso indevido do Auxílio Emergencial para estes fins.

A Controladoria-Geral da União (CGU), responsável por fazer o acompanhamento em todo o território nacional do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600,00, destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), já detectou indivíduos que não deveriam ter recebido o benefício, e a conta vai chegar.

A inconsistência no cadastro do governo proporcionou que alguns “espertinhos” conseguissem acessar o benefício, mas a CGU afirmou que para esses, é melhor não se apropriarem daquilo que não fazem jus legalmente.

Os programas – Bolsa Família (PBF), Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Cadastro Único – são necessários para a fiscalização do cumprimento dos requisitos legais exigidos para pagamento do auxílio emergencial, e passam por pente fino do grupo formado pelo CGU e do Ministério da Cidadania.

1 Comentário

Leave a Comment