Deputado Delmasso regulamenta a profissão de massoterapeuta no DF

13 de Fevereiro de 2020

A massoterapia já figura dentro das Terapias Complementares previstas na Lei 3.968/1961, que trata da profissão de massagista.

O vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), criou um projeto de Lei que regulamenta a profissão de massoterapeuta no Distrito Federal. O exercício profissional exigirá o diploma de curso técnico em massoterapia, curso superior ou profissionais que tenham exercido, comprovadamente, há mais de cinco anos a profissão.

O nascimento da massagem é tão antigo quanto à própria origem do ser humano e talvez, a forma mais primitiva e intuitiva de tratar. A origem da palavra massagem vem do grego antigo que, traduzido, significa “amassar”. Mais do que simplesmente amassar, as técnicas descritas ao longo de vários milênios, têm por objetivo reequilibrar o funcionamento do corpo e reestabelecer o bem estar físico, psíquico e emocional. Ao longo de milênios, cada cultura antiga desenvolveu seu próprio estilo de massagem, com base na sua cultura. Algumas destas técnicas ainda resistem com o passar do tempo e podem ser aprendidas ainda hoje. Mas ainda assim, a massagem não estacionou no tempo e novas técnicas surgem atualmente”. Bem Estar, Massoterapia, Shiatsu

De acordo com o parlamentar, a regulamentação da profissão é um debate extremamente relevante para o DF.

“A profissão, inicialmente denominada como massagista, é uma das profissões mais antigas em nosso país. A massoterapia está vinculada ao bem-estar, à qualidade de vida, e a recuperação de enfermos, que necessitam deste profissional altamente capacitado”, disse.

O exercício da profissão de massoterapeuta vai requerer o registro prévio junto a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e ao ente sindical. As competências, bem como o código de ética da profissão de massoterapeuta, serão definidos por meio de atos da categoria.

Leave a Comment