Grávida é morta por cães

21 de Novembro de 2019

Elisa Pilarski, 29 anos, grávida, foi morta por cães. Ela passeava com seus próprios cães em uma floresta no norte da França, onde uma caçada estava ocorrendo, afirmaram os investigadores.

Ela morreu após levar “várias mordidas de cachorros nos seus membros superiores, inferiores e na cabeça”, disse o promotor Frédéric Trinh.

A polícia disse que estava realizando testes em 93 cães e havia aberto uma investigação de homicídio.

Cinco cães pertencentes a Pilarski, que estava grávida de seis meses no momento de sua morte, estão entre os analisados.

Testes de DNA comparativos com as de Pilarski, tentarão determinar quais animais foram responsáveis ​​pelo ataque e a quem eles pertenciam.

O que aconteceu na floresta?

Segundo um promotor, Pilarski estava passeando na floresta de Retz, que fica a cerca de 80 km a nordeste de Paris, no sábado, quando telefonou para seu parceiro, Christophe, para dizer que estava preocupada com a possibilidade de uma matilha de cães atacá-la.

Ele, então, foi para o local onde mais tarde o corpo foi encontrado.

O casal morava em um casa perto da floresta. Depois de descobrir o corpo sem vida de Pilarski, Christophe pediu ajuda a um vizinho, que então chamou a polícia.

Leave a Comment