Bolsonaro cala críticos e oposicionistas dando medalha a Moro em Brasília

11 de Junho de 2019



O Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sérgio Moro durante Cerimônia de Comemoração do 154 Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo.

Quem imaginava que o presidente Jair Bolsonaro fosse puxar as orelhas do seu ministro da Justiça Sérgio Moro, errou feio. O caso do vazamento de mensagens entre o ex-juiz e integrantes da Força-Tarefa da Lava Jato, que se prenunciava como uma tempestade política em Brasília, sequer chegou a respingar no Palácio da Alvorada.

Isso ficou claro na manhã desta terça-feira, 11, quando Bolsonaro recebeu Moro no próprio Alvorada, para um café rápido e troca de ideias. Em seguida os dois embarcaram na lancha presidencial com destino ao Grupamento dos Fuzileiros Navais, navegando sobre um trecho do Lago Paranoá.

Na cerimônia na Marinha, Sérgio Moro foi homenageado com a medalha Ordem do Mérito Naval, a mais alta condecoração da Armada brasileira. O ministro e o presidente permaneceram o tempo todo sentados lado a lado. Mais 13 ministros foram ao evento, entre eles Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia) e Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Antônio Albuquerque | Notibras

Leave a Comment