Com PMDB, PT, PSDB, DEM e PR é tentar reinventar Brasília e o Distrito Federal olhando para trás

Foto: Exposições Virtuais do ARQUIVO NACIONAL

O longo e ainda processo de transformação do Distrito Federal desde a inauguração de Brasília em 21 de abril de 1960, tiveram as palavras de Juscelino Kubitschek como visionárias: Declaro inaugurada a cidade de Brasília, Capital dos Estados Unidos do Brasil!”Em mesmo dia, o Poder Legislativo e Judiciário confirmaram a inauguração do jovem Distrito Federal (DF). 

Uma capital que deveria ser  exemplo de ousadia, revolução, transformação e, nas palavras de Kubitschek:  “Brasília se tornava a Capital Federal da pátria brasileira, centro das futuras decisões políticas, cidade da esperança, torre de comando da batalha pelo aproveitamento do deserto interior”. (Jornal Folha de São Paulo de 22 de abril de 1960), tornou-se uma antítese do sonho de seu criador.  

Lista dos governadores do Distrito Federal (1988 a 2017). Em pleno ano de 2017, após 57 anos de sua inauguração, os cidadãos estão perplexos com tamanho descaso e desmando com Brasília e o Distrito Federal.

Trata-se do maior declínio vivenciado na história de Brasília e do Distrito Federal. Já vivemos e, agora, voltamos a reviver, momentos de caos político e completa desordem das instituições democráticas de direito.

A Brasília e o Distrito Federal de 2018, 2019, 2020…estão atrás de uma nova identidade. E é exatamente isso que o ex-presidente Juscelino Kubitschek  tentou construir para a capital do poder.  

Brasília e o Distrito Federal já tiveram as identidades políticas do PMDB, PT, PSDB, DEM, PR e agora de (2015 a 2018), do PSB como governos.   

Lista dos governadores do Distrito Federal (1988 a 2017). Por que os governos que assumem não dão continuidade nos projetos do governo que deixa o poder de interesse da comunidade. O medo de fazer menos? Um total desprogresso!

Aprendemos a conviver com os mesmos que se reversão no poder trocando de partidos de acordo com a conveniência e a oportunidade do momento. E estamos assumindo o ônus disso!

É neste contexto de deterioração da saúde, educação, segurança, do ordenamento territorial, do meio ambiente, da epidemia da corrupção que devemos pensar e refletir profundamente sobre os partidos e seus interlocutores que já governaram Brasília e o Distrito Federal.

Vale apena tentar novamente ou partirmos para uma verdadeira renovação em que os nossos filhos, e os filhos de nossos filhos, possam zelar e refundar Brasília e o Distrito Federal orientados nas palavras”…cidade da esperança…” Juscelino Kubitschek. 

Ivan Rodrigues é enfermeiro e blogueiro pelo simples prazer de informar.

Leave a Comment