Quando o Carnaval acaba e os caminhos são as novas Senzalas e os novos Casarões

Tânia Oliveira é a rainha de bateria da União da Ilha do Governador

Carnaval. “Que aos negros não faltem o chicote e o merecido tronco de cada dia”. Ver um povo ex-escravos, se é que são ‘ex’, feliz por 1h15 minutos, quando se termina a passagem de sua escola do coração pelo Sambódromo só vem me reforçar todos estes anos, que continuam a serem o negro da casa.

Foram domesticados, pela grande mídia com: BBB, NOVELAS, TEMPLO DE SALOMÃO…Acostumou-se a viver com as migalhas que caem da mesa branca como: BOLSA FAMÍLIA, BOLSA MATERIAL ESCOLAR…Enquanto a elite que os dominam usam BOLSAS DA MK, LOUIS VUITTON.

Me pergunto: O que esses descendentes de escravos de navios negreiros ganham promovendo o Carnaval para emissoras globais, donos de cervejarias…? Querem mostrar apenas seus NUDEZ? Quem realmente lucra com o Carnaval os pobres ou os ricos?

Eu vos digo: “Vois já sois POBRE, NÚ e estais DESGRAÇADOS por não ESTUDAR.

Ivan Rodrigues é enfermeiro e blogueiro.

  

Leave a Comment