Unidos da Cracolândia é a campeã do Carnaval de São Paulo e Rio de Janeiro

Cracolândia Enredo, nota, 10!

Na Cracolândia da cidade

eu fui comprar uma pedrinha

Mas me agradei do preço

E levei duas então

Lá existe um craqueiro

Que atende por Mané

Ele vende da amarela, rosa-claro ou da branca se quiser

Sempre tem o que tu quer 

O estado não se vê ali

E a pedrinha é molinha de achar (x3)

Numa rua logo ali

É lá na feira de zumbis humanos 

Cracolândia é uma denominação popular para uma região no centro da cidade de São Paulo, mais especificamente nas imediações das avenidas Duque de Caxias, Ipiranga, Rio Branco, Cásper Líbero e a rua Mauá, onde historicamente se desenvolveu intenso tráfico de drogas.

A cidade do Rio de Janeiro tem uma nova Cracolândia que estar em uma calçada de um longo trecho da Avenida Dom Helder Câmara, em Del Castilho.

Foto: Felipe Dana

Com o passar do tempo, as cracolândias das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro estão apenas mudando de endereços.

É, inegavelmente, um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil, que vem associado com falta de segurança.

O crack é a cocaína na forma de cristal. A cocaína geralmente é obtida na forma de pó. O crack é obtido em blocos sólidos ou cristais de cores diferentes como: amarelo, rosa-claro ou branco.

O crack é aquecido e fumado. Chama-se assim por causa do som de um pequeno estouro ou estalido quando é aquecido.

O crack, a forma mais potente da cocaína, é também o mais arriscado. É entre 75% e 100% puro, muito mais forte e mais potente que a cocaína comum.

Fumar crack permite que a droga atinja o cérebro muito rapidamente e assim dá um “barato” intenso e imediato — porém de curta duração — que dura cerca de 15 minutos. Como a dependência pode ser causada ainda mais rapidamente se a substância é fumada em vez de ser inalada (usada através do nariz), um usuário pode ficar dependente logo na primeira vez que experimenta o crack.

Ivan Rodrigues é enfermeiro e blogueiro.

1 Comentário

  • Elder disse:

    É um conjunto de situações que influencia a vida de cada um, inclusive a fuga da realidade. a falta de emprego, o estado gordo e ineficiente, a dificuldade de até se locomover (passagem ou combustível caros) e a falta de segurança leva muitos a um estado de desespero, facilitando a implantação do comunismo pouco a pouco. quem sabe vire uma Venezuela?

Leave a Comment