Servidores da saúde do DF não poderão mais fazer 18 horas de plantões

Por: Ivan Rodrigues

Secretaria de Saúde - Governo do Distrito FederalAo mesmo tempo que o Ministério Público aponta infração à Constituição no artigo 39 § 3º e art. 57 e 60 da Lei Complementar Distrital 840/2011 para recomendar a suspensão dos plantões de 18 horas praticados na SES-DF; a Assessoria Jurídica Legislativa (AJL-SES/DF), pautada nos princípios da legalidade, eficiência e do interesse público, recomenda que a pasta siga o mesmo entendimento pela interrupção da prática nas unidades de saúde.

Veja mais clicando aqui.

Comentários

  • Robson Aires disse:

    Trata-se de apenas de ser analisada de maneira mais cautelosa pois, as 18 horas sempre dará em período noturno, uma vez que, o trabalhador nestes turnos necessita de um período para descanso conforme é determinado pela legislação em vigor, inclusive o período em que recebe adicional noturno da-se a partir das 22:00 até as 06:00 do dia seguinte.
    Não terá como o servidor trabalhar 18 horas ininterruptas pois, sempre terá o período para repouso e, quando não se dá, o plantão vai até a 01:00, sendo assim sendo contestável tal prática.
    E, do modo que querem que seja feito, aumentará ainda mais a despesa com transporte pois, o servidor terá se se deslocar para sua casa estando sujeito a atrasos entre outras situações indesejáveis como stress do transporte publico que, tem deixado a desejar muito com a ineficiência dos serviços …

  • Sandro disse:

    Este documento apenas significa a resposta de uma diretoria a respeito das 18 horas. A SES ainda não deu por concluída a questão até que haja manifestação de todos.