Anvisa registra novo medicamento para leucemia

Por: Ivan Rodrigues

O novo medicamento deve melhorar a rotina dos pacientes, pois possui a vantagem de ser administrado por via oral.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou na segunda-feira (27) o registro do medicamento novo Imbruvica® (ibrutinibe), um antineoplásico sob a forma de cápsula gelatinosa indicado para o tratamento de pacientes que apresentam leucemia linfocítica crônica ou linfoma linfocítico de pequenas células. Trata-se de um medicamento novo, ou seja, de uma substância terapêutica que ainda não existia no País.

Mudanças

O novo produto deve melhorar a rotina dos pacientes, pois possui a vantagem de ser administrado por via oral, uma vez ao dia, diferentemente de outros tratamentos aprovados ou recomendados que devem ser administrados por via intravenosa. A ingestão oral é a via de administração que propicia uma maior comodidade ao paciente e maior adesão ao tratamento. Tem como vantagem também o fato de ser compatível com tratamento domiciliar, já que não requer a presença de um profissional para fazer a aplicação.

Comentários