Coordenação de ortopedia da SES-DF na mira da justiça

Por: Ivan Rodrigues

Não são apenas as órteses e próteses que estão no rol das investigações do Ministério Público e da Polícia Civil do DF junto a SES.

Escutas da Polícia Civil, serviço de inteligência, constatou uma grande negociata envolvendo a empresa Johnson & Johnson e servidores na aquisição de grampeadores cirúrgicos (Cirurgia Bariátrica) para a Secretaria de Estado de Saúde de Brasília.

As investigações apontam que o chefe da coordenação de ortopedia, Dr Paulo Lobo, não poderia esta à frente da coordenação, visto que o mesmo participa de hospital privado com foco em ortopedia.

Uma servidora da saúde, que procurou o site, aponta Lobo como responsável pelo cancelamento de Nota de Empenho, cujo objeto da compra seria órteses e próteses, onde o filho de Lobo é representante da concorrente que perderá a licitação.

A servidora acredita que essa jogada de Lobo seria para afastar a concorrente vencedora empresa Vetron e, abrir espaço para seu filho.

Aponta também a servidora, contratos de UTIs que Paulo Lobo mantém com a SES-DF e pressiona para receber.

Há suspeição para todos os lados e são muitos os envolvidos segundo investigações em curso.

Passo a passo da tramitação: