Deputados Davi Maia e Jorge Vianna, COREN-AL e o Sindicato dos Enfermeiros – têm a promessa de Arthur Lira em pautar o PL 2564/20 nas próximas semanas

Por: Ivan Rodrigues

Arthur Lira (PP-AL) e Jorge Vianna (Podemos)

O ato da enfermagem de Alagoas, em Maceió, ontem (19/3), junto com o COREN do estado e apoiadores e ativistas da enfermagem, que teve como propósito o de chamar a atenção do presidente da Câmara dos deputado, Arthur Lira (PP-AL), sobre o PL 2564/20 que determina um piso salarial nacional para a categoria alcançou o seu primeiro objetivo.

Leia também:

Senado faz justiça e aprova piso salarial da Enfermagem, agora, cabe a Câmara fazer sua parte

Enfermagem pode decidir eleição contra ou a favor de Bolsonaro – piso salarial nacional

Conforme relatou ao portal S&DS, o deputado distrital Jorge Vianna, que também é técnico de enfermagem na SES-DF e enfermeiro por formação, estando licenciado para exercer o mandato na Câmara Legislativa do DF.

S&DS não conseguiu contato com o deputado estadual Davi Maia (Democratas).

“Conforme foi falado existia uma condicionante para o projeto entrar em pauta, que era arrumar o recurso, indicar de onde era a fonte. Isso aí não é papel do parlamentar, isso é o próprio executivo que tem fazer. Tivemos o compromisso do Arthur Lira ontem, independente da fonte, em pautar o projeto em algumas semanas. Existe uma possibilidade em conseguir esse recurso através do aumento dos impostos das minerações. Por outro lado, também há um lobby dos empresários do ramo contrários ao aumento. Se aumentar esses impostos, aumenta também o valor da tabela SUS. Com esse aumento, todos os estabelecimentos de saúde receberão mais, finalizou Vianna.

Caso não consiga por este caminho – aumento dos impostos da mineração – Lira assumiu o compromisso perante os presentes em pautar o projeto assim mesmo.

Comentários