Sindate-DF protocola no Palácio do Buriti pedido do reajuste do auxílio alimentação

Por: Redação

O Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF) protocolou nesta sexta-feira (04/02), um ofício para o governador, Ibaneis Rocha (MDB), solicitando que o projeto de reajuste no auxílio alimentação dos técnicos em enfermagem seja encaminhado o mais rápido possível para a CLDF.  

Atualmente, os técnicos em enfermagem recebem apenas R$ 394 de auxílio alimentação. Esse valor não sofre reajustes desde 2011, e o Sindate solicita que seja repassado aos servidores da saúde o mesmo valor que foi proposto pelo governador a Polícia Civil no projeto enviado à Câmara nesta sexta-feira (04/02). Onde o auxílio alimentação passa de R$ 458 para R$ 850 mensais. 

Para o diretor do Sindate, Newton Bastista é de extrema importância que esse projeto seja enviado à Câmara Legislativa o mais rápido possível. “O nosso pedido é que o governador, Ibaneis Rocha, encaminhe logo o projeto. Por tudo que estamos passando neste período de pandemia, acredito que finalmente chegou o momento desse reajuste”, destacou. 

É importante ressaltar que os técnicos em enfermagem não recebem reajuste salarial há mais de 10 anos, o que torna válido esse pedido de reajuste. Além do mais, os profissionais da saúde estão na linha de frente diariamente, adoecendo emocionalmente e fisicamente. E também deixando suas famílias de lado para prestar a população o melhor atendimento neste período tão difícil. 

Josy Jacob, diretora do sindicato, frisa que não é a primeira vez que o Sindate protocola esse pedido para o governador, Ibaneis Rocha. “Nós continuaremos lutando pelos direitos da categoria. Não é justo que os técnicos em enfermagem sejam desvalorizados desta forma”, afirmou

Comentários