CLDF derruba veto da reestruturação das carreiras

Por: Ivan Rodrigues

Por Camilla Nunes da Silva

Na tarde desta terça-feira (14/12), aconteceu na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) a votação para derrubada de vetos de diversas emendas presentes na Lei de Diretrizes Orçamentária de 2022, incluindo a reestruturação das carreiras dos técnicos em  enfermagem. 

Com a maioria dos votos, o veto que impedia a reestruturação das carreiras foi derrubado. O Sindate-DF esteve desde o princípio pressionando os parlamentares para que esse veto fosse derrubado. 

Neste ano, o Sindate lançou a campanha de 25 para 18, que busca a redução do tempo de carreira do técnico em enfermagem. Tendo em vista, que diversos cargos da Secretaria de Saúde chegam ao fim da carreira aos 18 anos, já o técnico em enfermagem tem o encerramento mais tardio, aos 25 anos. Com a derrubada do veto, o tempo de progressão funcional do técnico em enfermagem poderá entrar em pauta. 

Segundo o diretor do Sindate, Newton Batista, esse momento é de extrema importância para todos os profissionais de enfermagem. Mas ressalta que a luta ainda não acabou: “continuaremos conversando com outros deputados para convencê-los a derrubarem os outros vetos” 

Para o deputado distrital Jorge Vianna (Podemos), a derrubada do veto é muito importante para a categoria. “Precisamos do apoio da categoria para pressionar os parlamentares para a derrubada dos outros vetos. Garanto que continuarei lutando pelos profissionais da saúde”, frisou o deputado.  

Criação de emenda ao Abono de Ponto 

Na ocasião, o deputado distrital Jorge Vianna (Podemos) apresentou emenda que altera a Lei Complementar nº 840/2011, que fala sobre o regime jurídico dos servidores públicos do Distrito Federal. 

A emenda foi aprovada, e agora os servidores terão direito ao Abono de Ponto, ou seja, o poderão tirar licença por motivo de doença em pessoa da família.

Comentários