Seis mais as 7 construídas por Ibaneis faz o DF ter 13 UPAs

Por: Redação

Foto: montagem
UPA do Paranoá

O governador Ibaneis Rocha (MDB) vai inaugurar as sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) que o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF) está finalizando. Após entregues à população atenderão (1.089.383 milhão) de pessoas que vivem nessas regiões as novas unidades, sem contar o Entorno do Distrito Federal que busca os serviços de saúde do Distrito Federal.


As UPAs da Ceilândia e do Paranoá serão inauguradas no final de setembro; as do Riacho Fundo II e Gama, estão previstas para outubro; e as de Planaltina, Brazlândia e Vicente Pires, serão entregues em novembro, mais tardar em dezembro, conforme informou o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF) responsável pela gestão das unidades. 

O atraso das obras ocorreu em razão da pandemia da Covid que afetou todo o setor da construção civil no Brasil dificultando a aquisição de materiais de construção. 


Superada essa fase, o cronograma de inaugurações está mantido e a população e quem sai ganhando com as mais novas 7 UPAs, mais que dobrando o número das 6 já existentes: Ceilândia, Recanto das Emas, Samambaia, Núcleo Bandeirante, São Sebastião e Sobrandinho, totalizando 13 unidades.    

Comentários