Assim como o WhatsApp, Telegram quer ser iniciador de pagamentos

Por: Redação

Se for aprovado para o aplicativo WhatsApp o envio e recebimento de dinheiro, pelo Banco Central do Brasil, medida que já foi barrada em 2020, o Telegram também vai requerer junto ao BC o sistema de transações financeiras em seu aplicativo.

O WhatsApp tem mantido conversas com o Banco Central para ter a aprovação como iniciador de pagamentos para transferências entre pessoas físicas. Também tem trabalhado para restaurar os pagamentos no WhatsApp para todos no Brasil o mais rápido possível”, afirmou a companhia em comunicado ao G1 nesta segunda-feira (15).

O envio e recebimento de dinheiro pelo WhatsApp foi anunciado em junho passado, com o Brasil sendo um dos primeiros países a testar a opção.

Alguns dias depois do anúncio, no entanto, Banco Central e Cade barraram a funcionalidade, afirmando que precisavam avaliar riscos concorrenciais e garantir funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Concorrente direto do WhatsApp, o Telegram aguarda as tratativas para buscar sua habilitação também.

Comentários