Maguito Vilela não apresenta melhora da função renal

Por: Redação

Maguito Vilela

O prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), que está internado em hospital de São Paulo com covid-19, apresentou uma piora na função renal.

Os médicos suspenderam o tratamento respiratório com uma máquina chamada ECMO, que funcionava como os pulmões e o coração de forma artificial, conforme o boletim, divulgado neste sábado (5) pelo Albert Einstein, de São Paulo.

Em razão do rim que está doente não podendo fazer a filtração, quadro de grande preocupação médica, que embora estável o quadro respiratório, esse parâmetro – taxa de filtração glomerular da função renal – é extremamente sensível à condição de saúde dele.

O coronavírus tem causado insuficiência renal aguda, segundo estudos preliminares, em 14% a 30% dos pacientes com a Covid-19.

Um dos grandes problemas relacionado a Covid-19 para Maguito está sendo a função renal.

Veja o boletim médico de Maguito Vilela em 06/12

São Paulo, 06 de dezembro de 2020 – O senhor Luís Alberto Maguito Vilela encontra-se internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro para tratamento da Covid-19. No dia 30 de outubro, a equipe médica responsável decidiu pela intubação pelo quadro de insuficiência respiratória. O paciente evoluiu bem, sendo extubado em 8 de novembro, para respiração espontânea. Em 15 de novembro, necessitou ser reintubado por piora pulmonar (inflamatória e infecciosa), seguindo em ventilação mecânica invasiva. No dia 17 de novembro, foi iniciado tratamento dialítico seguido de instalação de ECMO para possibilitar ventilação protetora pulmonar. Em 5 de dezembro, foi retirado o ECMO do paciente, devido a estabilidade do quadro e controle satisfatório da oxigenação. Hoje, 06 de dezembro, encontra-se na UTI, traqueostomizado com ventilação mecânica em modo protetor, diálise contínua e com estabilidade do quadro hemodinâmico.