CLDF | oposição é cheia de meias verdades: CPI da Pandemia e Operação Gutemburgo

REDAÇÃO – S&DS

Brasília – 10 de Setembro de 2020 – 17:00

Distritais divergem sobre questionamentos levados à Procuradoria da Casa referentes ao requerimento de abertura da CPI

Operação Gotemburgo

As fraudes teriam ocorrido entre os anos de 2009 e 2015, quando o (PT) do ex-governador Agnelo Queiroz e o (PSB) de Rodrigo Rollemberg se alternaram no Governo do Distrito Federal. A suspeita é do desvio de R$ 123,2 milhões de reais.

A operação batizada de ‘Gutemburgo’ faz alusão à cidade de mesmo nome, localizada na Suécia, onde está a sede de uma das empresas investigadas, que fabrica camas cirúrgicas realizada pelo Ministério Público (MPDFT), em conjunto com a Polícia Civil, na manhã desta quinta-fera (10/9), silenciou os deputados de oposição ao governo de Ibaneis Rocha (MDB) que querem a ‘CPI da Pandemia’ sendo que esta mesma oposição, em seus governos; testaram positivo (IgM para corrupção).

Há existência comprovada de um esquema criminoso, na pasta da saúde do Distrito Federal e, em outras pastas da unidade da federação, que vendia Atas de Registro de Preço cadastradas pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia.

CPI da Pandemia

Deputados governistas querem arrastar as investigações da Operação Gutemburgo para dentro da CPI da Pandemia, caso ela de fato for instalada.

O deputado Hermeto (PMDB) disse ao Radar-DF, nesta quinta-feira,  que está pronto para apresentar um requerimento pedindo que a Comissão Parlamentar de Inquérito seja mais abrangentes nas apurações dos fatos.

“Quero que a CPI da Pandemia seja mais profunda nas investigações,  incluindo no mesmo pacote os tenebrosos casos de corrupção que corroeram a saúde do DF no passado”, diz.

Até quem não é da base do governo seguirá pelo mesmo caminho.

É o caso da deputada Julia Luci (NOVO), uma das signatárias da CPI da Pandemia. Ela  afirmou não acreditar que a CPI da Pandemia seja instalada.

Mas se for, segundo ela, também apresentará requerimento para que seja apurado supostos casos de corrupção ocorridos em gestões passadas.

“O meu sentimento é de que, se  não foi instalada até agora, nada garante que a CPI, da qual sou signatária seja instalada em algum momento. Isso é muito ruim. A Casa  está parada, tem muita coisa  para se  votar e muitos problemas na cidade. Estou triste  com  tudo que esta acontecendo. Não sou da base do governo, mas sempre torço para que ele dê certo”, disse Julia Lucy.

Distritais ligados aos governadores anteriores, que assinaram o requerimento exigindo a instalação da CPI da Pandemia, com a deflagração da Operação Gutemburgo pensam em desistir da CPI e deixar as investigações apenas por conta do Ministério Público do Distrito Federal.

Leave a Comment