Ibaneis vai ter racionamento de água no Distrito Federal?

Por: Ivan Rodrigues

REDAÇÃO – S&DS

Brasília – 10 de Setembro de 2020 – 11:37

Barragem Santa Maria, Brasília, DF. Foto: Tony Winston/ Agência Brasília

Exatamente no dia 16 de Janeiro de 2017, o Distrito Federal, pela primeira vez em sua história, começou o racionamento de água no governo de Rodrigo Rollemberg (PSB).  

Os cortes começam pelas regiões administrativas (RA) de Ceilândia, Recanto das Emas e Riacho Fundo II.

As interrupções do fornecimento de água começaram pelas áreas abastecidas pelo reservatório do Descoberto, um entre os dois que abastecem o DF. O nível desse reservatório chegou a 18,94%, segundo a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

Hoje, podemos enfrentar novamente outro racionamento de água?

O governador Ibaneis Rocha (MDB) rechaçou esta possibilidade.

“Entregamos, recentemente, dois reservatórios mais modernos do país, com capacidade para armazenar até 30 milhões de litros de água. Continuaremos a manter os serviços essenciais, como o fornecimento de água tratada sem nenhuma interrupção dos serviços e a coleta e tratamento de esgoto em todo o DF”, afirmou Ibaneis. 

Os reservatórios citados por Ibaneis são responsáveis pelo abastecimento do Lago Sul, Sudoeste, Octogonal, SMU, Cruzeiro, Guará, SIA, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, SMPW 01 a 05, parte de Águas Claras e Plano Piloto.  

Comentários

  • Hélio Dourado da Estrutural disse:

    Não sou eleitor, não votei, não me simpatizo com o MDB, mas, nas próximas eleições vou votar nesse governador Ibaneis. Realmente, só quem passou pelo racionamento sem água por 03 dias, sabe da importância que tem quando o governo faz sua parte.