Atenção, mulheres! Covid-19 não causa queda de cabelo diretamente

Redação – S&DS

Brasília – 26 de Agosto de 2020 – 09:10

A associação da Covid-19 e a queda de cabelos tem sido relatado por diversas mulheres pós Covid-19.

Diversos estudos sobre o tema – Covid-19 e queda capilar – tem sido foco de pesquisas por especialistas do mundo inteiro.

Um dos mais importantes estudos ocorre em Madri, na Espanha, no Hospital Ramón y Cajal, onde está sendo desenvolvida uma pesquisa afim de comprovar ou descartar se a perda capilar está ligada ao vírus ou do uso das medicações.

Palavra do especialista

No atual contexto da pandemia muitos pacientes acometidos pela COVID-19 tem relatado no consultório aumento de queda de cabelos. Esses relatos são concordantes com a literatura internacional que já tem se atentado para esta questão. Ainda não há evidência clara da relação direta entre a infecção pelo SARS-COV2 (vírus causador da COVID-19) e a queda de cabelo, no entanto, há o entendimento da correlação provavelmente vinculada ao estresse físico e emocional que acompanha os casos de COVID-19 e que levam a uma queda de cabelo de padrão reversível chamada de eflúvio telógeno.

O eflúvio telógeno nada mais é que uma alteração do ciclo do fio do cabelo que migra precocemente para um estágio em que há queda. Ao invés de termos de 100-120 fios caindo diariamente (número considerado normal), temos um aumento da queda para 200-300 fios por dia.

Os eventos mais associados à este padrão de queda são: pós-parto, febre, infecções agudas, dietas muito restritivas, doenças metabólicas, cirurgias, além do estresse. Na dúvida, procure um médico Dermatologista para fazer a confirmação diagnóstica e o tratamento mais adequado para o seu caso.

Patrick Silva Damasceno, Médico Dermatologista associado a Sociedade Brasileira de Dermatologia. CRM-DF 18.780, RQE 14.251

Clínica Armond Dermatologia

Contato: +55 61 9100-1870 ou 98111-3352
Email: [email protected]

Leave a Comment