Transexuais – Tribunal do Júri irá julgar réus com ‘personalidades múltiplas’ pelo homicídio triplamente qualificado de Wilson Júlio Suzuki Júnior, nome social Ághata Lios

17 de Fevereiro de 2020

O Tribunal do Júri de Taguatinga irá julgar, a partir desta segunda-feira, 17/2, os réus Daniel Ferreira Gonçalves, nome social Carolina Andrade ou Carol; Deyvisson Pinto Castro, nome social Lohanny Castro ou Lorrane; Greyson Laudelino Pessoa, nome social Bruna Alencar ou Bruna; Francisco Delton Lopes Castro, nome social Samira, e Letícia Oliveira Santos, cada um na sua medida, pelo homicídio triplamente qualificado de Wilson Júlio Suzuki Júnior, nome social Ághata Lios.

Os réus irão responder pelos crimes previstos nos seguintes artigos do Código Penal: Daniel (Carol) – art. 121, § 2º, incisos I, III e IV, e artigo 157, §2º, inciso I, tudo c/c artigo 69; Deyvisson (Lorrane) – art. 121, §2º, incisos I, III e IV; Greyson (Bruna) e Francisco (Samira) – art. 121, §2º, incisos I, III e IV e Letícia – art. 121, §2º, incisos I, III e IV, c/c art. 29.

O crime ocorreu no dia 26 de janeiro de 2017, no final da tarde, no interior do Centro de Distribuição dos Correios, que fica no Setor G Sul, em Taguatinga. Os acusados, fazendo uso de instrumentos pérfuro-cortantes, desferiram golpes em Wilson (Ághata Lios), causando-lhe ferimentos e levando-o à morte, supostamente em decorrência da disputa pelo ponto de prostituição. Letícia Santos é acusada de ser a mandante do crime.

Leave a Comment