Operação Dubai investiga formação de cartel no mercado de combustíveis do Distrito Federal

Por: Ivan Rodrigues

formação de cartel no mercado de revenda de combustíveis no Distrito FederalOs promotores de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPDFT) e a Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros do Departamento da Polícia Federal (Delefin), contando com a participação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), cumpriram, na manhã desta terça-feira, 24 de novembro, sete mandados de prisão temporária, 44 mandados de busca e apreensão e 24 de condução coercitiva, em cumprimento à decisão da 1ª Vara Criminal de Brasília.

A Operação Dubai investiga organização criminosa dedicada à formação de cartel no mercado de revenda de combustíveis no Distrito Federal. Os elementos de prova colhidos ao longo da investigação demonstram que os envolvidos, empresários e funcionários dos mercados de revenda e de distribuição de combustíveis, mantêm reuniões e contatos frequentes com o objetivo de fixar preços uniformes e abusivos de combustíveis, com elevadas margens de lucro, em prejuízo da livre concorrência e do consumidor final.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ressalta que as pessoas presas temporariamente e conduzidas à Delegacia de Polícia, assim como aquelas contra as quais foram executadas ordens de busca e apreensão em seus domicílios ou residências, são presumidamente inocentes até prova em contrário.

Mais detalhes sobre o caso serão fornecidos na coletiva de imprensa que será realizada às 11h, na Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal, no Setor Policial Sul.

Divisão de Jornalismo / Secretaria de Comunicação

Comentários