Cadastro único de ocorrências: DETRAN, DER, CBMDF, SAMU, PMDF, PCDF e Defesa Civil

Por: Emerson Machado

Foto: Geovana Albuquerque

A integração das bases de dados atende leis do DF e da União.

As negociações para a implantação do cadastro único de ocorrências entre o Corpo de Bombeiros (CBMDF), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e Defesa Civil já estão em andamento.

SAMU

O SAMU que utiliza o sistema SAU, que está em contrato de manutenção em processo licitatório, é um dos órgãos mais novos da estrutura do Governo do Distrito Federal (GDF), que foi criado. Seu sistema utiliza o cadastro de naturezas [denominado diagnóstico] de 5 grandes categorias. No momento do atendimento, o diagnóstico é confirmado sendo cadastrado no sistema. Na tabela de natureza do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (SINESP), são identificadas (130 naturezas) que são pertinentes aos atendimentos do SAMU, porém possuem nível de detalhamento maior que precisa ser considerado.

O sistema SGO não atende a regulação do SAMU e os cadastros de ocorrência no SGO são feitos pelo recurso do CMBDF que está no centro de operações do SAMU ou pelo telefone, outros ponto importante.

A junção do sistema SAU com o SGO terá que ser realizada de forma posterior devido os processos de auditoria e do nível de acesso às informações fornecidas que precisam ser definidas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

A integração dos serviços públicos torna cada vez mais eficientes a atuação destes órgãos, tirando os mesmo de suas atuações isolada.

Comentários