Caravana da CoronaVac

Por: Ivan Rodrigues

COVID19 vacina CoronaVac
Courtesy of Sinovac

Um grupo de pessoas de Brasília e Goiânia interessado em sua imunização contra a Covid-19, se organiza para ir a São Paulo, afim de receber a vacina CoronaVac.

São três famílias envolvidas – Silva, Araújo e Pereira – que se conhecem em razão de matrimônio entre seus filhos.

O organizador da caravana é o médico da família – Araújo (GO) – que pediu para não ser identificado, que falou ao portal S&DS.

“Eu, me sinto na responsabilidade de conduzir meus familiares e amigos, por ser detentor do conhecimento científico de anos de estudos. Não posso diminuir ou desprezar o pensamento que me tornou médico”, reforça.

O médico disse que irão de avião e permanecerão em São Paulo até todos tomarem as duas doses.

Sua esposa que é enfermeira no Hospital das Clínicas de Goiânia, reforça que a politização da pandemia não pode ser a bússola para o caminho a seguir.

“Minha bússola é a ciência viva e comprovada, a visão política relacionada ao vírus, deixo para os políticos e seus seguidores,” afirma a enfermeira que pediu anonimato.

O governo de São Paulo espera que o uso emergencial do imunizante – CoronaVac – seja autorizado pela ANVISA até o dia 25 de janeiro, data estipulada no plano estadual de imunização para início da vacinação de 9 milhões de pessoas dos grupos prioritários.

O grupo de 21 pessoas, que já está com passagens compradas, afirma que após a aprovação todos irão para São Paulo.

Comentários