FCO libera R$ 778 milhões para expansão de empresas

Por: Ivan Rodrigues

Procura aumentou 352% em relação ao ano passado. Créditos liberados fomentam a criação de oito mil empregos

Agência Brasília* | Edição: Freddy Charlson

O Fundo de Financiamento Constitucional do Centro-Oeste (FCO) liberou quase R$ 778 milhões em financiamento para grupos empresarias do Distrito Federal e Ride este ano. Os investimentos feitos com os recursos liberados representaram a geração de cerca de oito mil empregos.

Relatório deste ano da Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco) apontou um aumento da procura do empresariado do DF e Entorno pelos financiamentos. De janeiro à primeira quinzena de dezembro de 2020, foram consultadas e aprovadas 338 cartas, contra 96 cartas no mesmo período do ano de 2019, o que resultou em 352% de aumento.

“Temos a convicção na retomada da economia no DF e Entorno e esses números provam que estamos no caminho certo. Apesar dos impactos da pandemia, temos apoiado os empresários e estamos priorizando não só a manutenção, mas, também, a geração de emprego e renda, além de um cuidado especial com a nossa arrecadação”, disse o secretário José Eduardo Pereira Filho da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Compra

O dinheiro do FCO pode ser usado para a compra de equipamentos, máquinas e melhorias nos empreendimentos dos empresários. O recurso é liberado para empresários e produtores rurais que desejam abrir, aumentar ou investir em tecnologia para os empreendimentos contratados.

As empresas podem buscar o crédito do FCO no Banco do Brasil, no Banco de Brasília (BRB) e Bancoob.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Comentários