Não foi um homem negro espancado até a morte no Carrefour, foi um ser humano

Por: Ivan Rodrigues

Foto: S&DS reprodução do Youtube

Quem inventou esta história de ‘homem negro‘ foi o ‘homem branco‘ somos todos seres humanos.

Um ser humano, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado em uma das unidades do Carrefour localizada na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Os autores do crime, um segurança e um policial militar foram presos em flagrante.

A Polícia Militar no Rio Grande do Sul, informou que o espancamento começou após um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado, que fica na Zona Norte da capital gaúcha.

Os dois, incluindo o policial militar, foram presos por agredir e matar o ser humano João Alberto Silveira Freitas.

Em nota, o Carrefour chamou ato de criminoso e anunciou o rompimento expresso do contrato com empresa que ‘responde pelos seguranças que cometeram a agressão’.