Ao invés de praça com nome de Marielle Franco, que tal, praça Marizelli Armelinda Dias em homenagem a soldado Bombeira que morreu em exercício?

23 de Janeiro de 2020

Por Ivan Rodrigues

O governador Ibaneis Rocha (MDB) vetou vários projetos de autoria dos deputados distritais aprovados no ano passado. Nesta quinta (23/01/2020) foi publicado estes vetos. Entre eles, o que dá o nome da ex-vereadora carioca Marielle Franco (PSol) a uma praça no Setor Comercial Sul no centro de Brasília, em frente à Estação Galeria do Mêtro.

Em apoio ao governo e contrários a iniciativa do deputado distrital Fábio Felix (PSol) em propor tal projeto, a população se manifesta para que a praça receba o nome da soldado do Corpo de Bombeiros do DF, Marizelli Armelinda Dias, 31 anos; atingida por uma árvore e fio de alta-tensão quando combatia o fogo no exercício da profissão, vindo a falecer em 15/09/2019.

“Não há que se fazer alusão a Marielle Franco no Distrito Federal, colocando seu nome em praça no centro de Brasília. Somos a favor de se colocar no lugar de Marielle o nome de Marizelli Armelinda heroína que perdeu sua vida em prol da sociedade no exercício de vidas a salvar” afirma Ana Luíza do movimento contrário desde o início do projeto.

Ana Luíza juntamente com um grupo de 08 pessoas farão campanha junto aos deputados distritais para que a praça receba o nome de Marizelli Armelinda, assim afirmam ao site.

Abaixo Assinado Online. Praça com nome da ex-vereadora carioca Marielle Franco ou praça com nome da soldado Bombeira Marizelli Armelinda Dias que morreu em exercício?

21 Comentários

  • Jorge Nassar disse:

    Apoiada.

  • Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. disse:

    O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal em nome da soldado Marizelli Armelinda Dias, cuja sua principal missão em vida consistiu na execução de atividades de defesa civil, prevenção e combate a incêndios, buscas, salvamentos e socorros públicos, representando a toda Corporação vindo a falecer em campo, somos em total apoio.

  • CBMDF disse:

    – Soldado Marizelli Armelinda Dias!
    – Presente!

    “É com imenso pesar que o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal informa o falecimento da SD/1. Marizelli Armelinda Dias, na tarde de 15 de setembro, em decorrência de um acidente durante uma ocorrência de incêndio em vegetação na QNL 02, próximo à via Estádio, uma árvore caiu, trazendo consigo a rede de alta tensão, atingindo a militar, às 07h30 (15/09)”.

  • Andréa Alessandra Lima disse:

    Concordo em gênero número e grau. O nome da Marizelli, que tem de está nesta praça. Ela foi uma guerreira até o fim

  • Cleide Silveira disse:

    Marielle pode sim receber uma praça, com o nome dela, sem problemas nenhum. Porém quem morreu no exércicio da função, do DF, foi a militar do corpo de Bombeiros. É uma questão de Justiça.

  • Mariano Alves disse:

    Concordo plenamente, o nome da Praça tem que homenagear nossa guerreira.
    Nada contra a Mariele

  • Sandra dos Santos da Silvs disse:

    Animadíssimo, batizar a praça com o nome de herois brasiliense que morreu dando a vida pelo próximo.

  • Sandra dos Santos da Silvs disse:

    Apoiadissimo , batizar a praça com o nome de herois brasiliense que morreu dando a vida pelo próximo.

  • GERCIRA R C SILVA disse:

    Marizelli Armelinda, verdadeira heroína.

  • Sheila Vianna disse:

    Apoiado!

  • Alexandre disse:

    Por que nenhum parlamentar não lembrou da nobre militar Marizelli?
    Aliás, por que esse movimento não fez isso antes.
    Não tinha e não há nenhuma oposição à justa homenagem para militar.
    Agora um parlamentar propôs o nome de Marielle e lembraram da Marizelli? Por que ela não em vez da Marielle!
    Isso está mais parecendo oposição ou campanha política do que uma homenagem à Marizelli.

  • Almira Pimentel de Matos disse:

    Nada contra Mariele, mas a homenagem tem que ser da soldado Marizelli que morreu no exercício da função!

    • Sueane disse:

      Tem praça pra homenagear todas as mulheres do Brasil. Quem faz pouco caso da execução da Marielle por policiais corruptos de certa forma compactua com a corrupção.

  • Benedita Oliveira disse:

    A bombeiro merece não essa Mariela tem nada a ver

  • Dj jbdefranca disse:

    A nossa honrosa e guerreira militar do nosso corpo de bombeiros do df, falecida heroicamente no comprimento do dever marizelli merece sim a praça com seu nome em sua homenagem, que DEUS A TENHA EM SEUS BRACOS!!!

  • Jacques disse:

    Esse é meu governador. As vezes odiado por muitos, mas as vezes também muito sensato. Que homenageiem a Deputada Marielle na cidade dela, no seu bairro, onde a mesma era conhecida. Contudo, aqui em Brasília a homenageada deve ser a guerreira que perdeu sua vida por questões de respeito e dizer aos filhos delas, mãe é familiares nosso muito Obrigado pelo seu comprometimento com sua profissão.

  • Rômulo Coelho disse:

    Marizelli !!

  • Sueane disse:

    Todas as mulheres podem ser homenageadas. Marielle era vereadora no estado dominado pela milícia. Seu trabalho era Denunciar o crime. Já se sabe que foi executada junto com o Anderson por policiais corruptos. Um bombeiro tem todo o treinamento pra agir em caso de desastre. Sinto muitíssimo pela morte de cada policial ou bombeiro em serviço. so que Marielle, eral uma mulher, vereadora, foi executada por policiais corruptos, e após sua morte foi falsamente associada ao tráfico. Por que tanto ódio? Pq acusar falsamente Marielle e associa-la a bandidos? A quem interessa manchar a imagem de marielle? Para mim é claro! Os policiais envolvidos querem punir a vereadora, após a morte ter sua memória manchada. Quem defende policiais corruptos no estado do Rio de Janeiro? A família Bolsonaro que já fez homenagens e o próprio Bolsonaro já solicitou a legalização de grupos de extermínio. Só pessoas muito baixas e envolvidas com o crime organizado, se dão ao trabalho de manchar a imagem de uma pessoa executada por policiais corruptos. Ela merece toda homenagem e está recebendo fora do país. E digo mais, Bolsonaro já era candidato à presidência no momento da morte da Marielle, vereadora no estado do rio e colega de seu filho na Alerj, e ele não deu uma palavra de apoio à família. Além de falta de educação e respeito, Bolsonaro demonstra um posicionamento ideológico contrário ao cargo que almejava em março de 2018 é que hoje ocupa.

  • @jairbolsonaro disse:

    Tomei conhecimento desta petição, hoje, por meu filho Eduardo. Como estou morando em Brasília no exercício da presidência, me senti no direito de votar.

Leave a Comment