Atualmente estes são os países mais ricos e mais pobres da União Europeia

Por: Redação

As famílias dinamarquesas são as mais ricas da União Europeia, de acordo com uma análise de dados do banco central do país. 

A família média na Dinamarca tinha 1,88 milhão de coroas dinamarquesas (US $ 300.000) em ativos financeiros no quarto trimestre de 2020. 

Os dados , divulgados na quarta-feira, foram extraídos da divulgação do Banco Central Europeu das contas financeiras dos 27 países membros da UE. 

Os números mostraram que os dinamarqueses também tinham dívidas mais altas, de 560.000 coroas dinamarquesas, apenas superadas por Luxemburgo, onde as pessoas normalmente tinham 660.000 coroas dinamarquesas em passivos. 

>Eurostat: pela primeira vez, China ultrapassa os EUA como principal parceiro comercial da Europa

No entanto, o Danmarks Nationalbank apontou que a maioria dos passivos dos dinamarqueses estavam em dívidas bancárias e hipotecárias “com garantia imobiliária (aproximadamente 86 por cento).” 

“Assim, a dívida dos dinamarqueses é em grande parte compensada pelo valor da riqueza imobiliária, que não está incluída na riqueza financeira”, explicou o banco central. 

No geral, os dinamarqueses tinham uma riqueza financeira líquida de 1,32 milhões de coroas dinamarquesas, quase três vezes a média da UE de 450.000 coroas dinamarquesas. 

O banco central da Dinamarca também enfatizou que, embora essa riqueza fosse a média, havia uma diferença significativa entre os indivíduos. 

Por exemplo, o banco central disse que os dinamarqueses com as maiores rendas tendem a ter mais ativos e passivos, enquanto as pessoas mais velhas tendem a ter pensões maiores. 

A análise do banco central mostrou que a riqueza dos dinamarqueses cresceu ainda mais no primeiro trimestre deste ano, para uma média de 24.000 coroas dinamarquesas por pessoa. 

As famílias na Holanda tinham o segundo valor mais alto em ativos financeiros, com 1,58 milhões de coroas dinamarquesas, seguidas por Luxemburgo (1,59 milhões de coroas dinamarquesas) e Suécia (1,51 coroas dinamarquesas). 

Enquanto isso, as famílias na Romênia foram consideradas as mais pobres da UE, com apenas 80.000 coroas dinamarquesas em ativos financeiros.

Comentários