Médicos Cubanos que ficaram no Brasil podem retornar ao Programa Mais Médicos

A Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, do Ministério da Saúde (MS), não fez um pronunciamento oficial sobre os médicos cubanos retornarem ao Programa Mais Médicos (PMM), mas há rumores da existência dessa possibilidade, porém, essa decisão somente será oficializada após sair o decreto de restruturação do (MS), pois a proposta de criação da Secretaria de Atenção Primária à Saúde que irá tocar o PMM, está em andamento.


Em janeiro de 2019, o presidente Jair Bolsonaro fez uma declaração que iria dar asilo político aos cubanos do PMM, e que esses médicos cubanos poderiam atuar no programa, depois de serem avaliados pelo Revalida (Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira)..


A discussão de que os cubanos retornariam para o PMM se dá pelo fato de que 40% dos médicos registrados no CRM, que se inscreveram nos editais do 16º e 17º ciclos, saíram do programa para fazerem a residência médica, deixando cargos vagos. Para o preenchimento dessas vagas, a previsão é de que nos meses de abril/maio seja publicado um edital para cobrir as vagas dessas regiões.

44 Comentários

  • Xiomara Vidal disse:

    Boa noite precisamos trabalhar no programa mais medicos

  • Taiza disse:

    Pelo amor de Deus nunca vi um gestor ser tão contraditório como esse, e seus subordinados também. Dêem oportunidades aos médicos cubanos, vocês estão vendo a realidade dos médicos brasileiros com CRM, eles não querem compromisso com os menos favorecidos, vocês estão esperando o quê? Ficam falando, blá, blá, blá e atitudes que é bom nada, e os doentes sofrendo.

    • iraci nogueira lima disse:

      os medicos brasileiros com CRM mas os brasileiros que se formaram no exterior precisam voltar e trabalhar no seu páis, estao ansiosos aguardando o edital

    • Ricardo Cano disse:

      Mais desafortunadamente acredito que só van a poder com o revalide, os conselhos médicos do Brasil não vai a aceitar de outro jeito

    • Veronica Cristina disse:

      Conheço alguns médicos cubanos que voltaram pro Brasil com a certeza de trabalho e agora estão vivendo de favor sem trabalho passando por dificuldades eles apenas estão querendo trabalhar pois eles tem amor a profissão enquanto alguns médicos brasileiros apenas o que interessa é o dinheiro amor ao próximo passa bem longe

  • sonia regina de queiroz disse:

    Precisou morrer crianças e idosos por falta de médicos,para nosso presidente perceber que a vida humana está acima da politica.
    foi imensa ingratidão e desrespeito com os médicos cubanos, que trabalharam mais de cinco anos ganhando 30% do salario e se dedicando de corpo e alma aos pacientes ,deixando seus familiares , filhos para se dedicar a um país que nem muito obrigado recebeu,
    Espero que esse ministro da saúde,faça justiça com aqueles que ficaram no BRASIL, e precisam urgente voltar ao trabalho

    • Barbara Cutino Gongora disse:

      👏👏👏👏 muito obrigada pelo suas palavras .

    • Rosa disse:

      Verdade,pois minha cidade na Paraíba está sem médicos os que vieram nao quiseram pq tinham que trabalhar às oito horas ,de a oportunidade aos cubanos que querem trabalhar e se satisfaz com o que recebem ou pelo menos liberem os CRM deles que tem trabalho em todo lugar😪aqui tem um Cubano na minha casa querendo trabalhar

  • Muito bom, Brasil tá sem atenção médica mientras tem mais de 2000 médicos de excelente qualidade que não tem trabalho, os médicos brasileiros não quere trabalha e as comunidades ficam sim atenção médica

    • Ricardo Cano disse:

      Com certeza que tem médicos excelentes, também regular e também maus, desculpem não acreditar que tem 2000 médicos cubanos excelentes por que já eu trabalher com alguns muito ruins, por isso eu acredito melhor com revalide, agora acredito o governo tem que facilitar o acesso para a prova do revalide e sim precisar programar prova especial com data pronto e por fora do cronograma, mais e muito importante ter o diploma validado em Brasil

      • Pavel disse:

        Até que o programa foi encerrado ninguém reclamo se nós, médicos cubanos, tinhamos CRM ou não. E a verdade é que sem CRM, em 5 anos transformamos a realidade do quadro de saúde do Brasil. Os que estamos ainda aqui, não somos bons, somos excelentes profissionais, formados com humildade e humanidade, coisa que parece não estar presente nesses 1052 médicos brasileiros que por razões banais deixaram o seu próprio povo sem atendimento.

  • ROSICLER RIBES disse:

    Bom dia , muito bom , assim nos podemos ajudar a população brasileira que fica carente de atenção básica de saúde.e uma ajuda a famílias de cubanos brasileiros. Obrigado

  • Yusneisi disse:

    No creo todo eso aún ..he perdido la confianza en este presidente y gobierno .. aquí es salvarse quien pueda …toda campaña política es igual …ya el bastante mierda hizo …ni un tanto creo en el .. desculpem Pero es mi realidad..

  • Sônia Lopez disse:

    Com certeza deixo os EUA e vou para o Brasil ajudar na asistencia a saúde dos nossos irmãos brasileiros.

  • Ruben disse:

    Bom dia vcs tem no ciclo 17 cubanos inscritos no edital comense por eso sim eu estou seguro que alcansa para todos as vagas presentes

  • Ione Sbardella disse:

    Muito bom dar nova opirtunidade a tos os médicos ainda sem CRM. Mas o importante é a Revalida urgente.

  • Midalmis Herrera disse:

    Bom dia, tudos os médicos cubanos que ficaram em Brasil, dispostos a trabalhar em beneficio da saúde do povo Brasilero

  • Yadira Maria Basterrechea Matamoros disse:

    Precisamos trabalhar gente ayudar o povo brasileiro como eles merecem.

  • R1 disse:

    E os medicos brasileiros formados no exterior, os filhos da pátria??? Há mais de 20 mil médicos querendo está oportunidade!

    • gabriel disse:

      Não acho que devam contratar brasileiros formados no exterior. Os cubanos são melhores e se identificam mais com a população.
      Se foi fazer faculdade em outro país, que fique ajudando o povo de lá.
      Queremos cubanos e não brasileiros.

      • Mauren disse:

        Vc está generalizando! somos tão competentes ou até mais que os cubanos e merecemos uma oportunidade de exercer nossa profissão no nosso pais de origem! muitos de nós perderam a vaga no MM ara od q já puderam tirar seu CRM ou se formaram no Brasil, e precisamos e QUEREMOS! ATUAR NO BRASIL E AJUDAR A NOSSA GENTE!

      • Mauren disse:

        Se vc quer cubanos, vá para Cuba! aqui tem muitos médicos brasileiros, formados no exterior desempregados!!! primeiro vêm o nosso e depois se sobrar que chamem os cubanos!

        • Jesús disse:

          Eu concordo que primeiro deve ser prioridade o médico brasileiro formado no exterior, mais queria ver se depois de ter a oportunidade não fazem o mesmo que seus colegas com CRM, desistência em massa e o povo abandonado sem acesso a os serviços básicos de saúde.

    • Mauren disse:

      Isso mesmo!!!! eu ainda n tive a felicidade de conseguir uma vaga no programa! Soy brasileira formada no exterior e desempregada desde 2016!

  • Janaína Bastos disse:

    A primeira oportunidade deve ser dada aos médicos brasileiros formados no exterior. Primeiro os filhos da Pátria!
    Há disponibilidade de cerca de 3000 mil médicos brasileiros formados no exterior com o interesse em participar do programa.
    Nem tudo se resume a Cubanos. Acorda Brasil!

    • Maria Araújo disse:

      Essa oportunidade já foi dada.Por favor olhem para os Médicos Cubanos,q escolheram ficar no Brasil.Eles precisam de trabalho para sobreviverem,é a população precisa do trabalho maravilhoso deles.

      • MARISOL AVILA RODRIGUEZ disse:

        Nos médicos cubanos ficamos no Brazil com a intenção de continuar trabalhando no PMM.Além acreditamos nas palabras do presidente Jair Bolsonaro. Mas eu também acreditou na palabra de Deus e quero e peço pider trabalhar novamente no programa

    • gabriel disse:

      Preferimos os cubanos. Se vc foi para o exterior fazer medicina, que fique trabalhando por lá. Brasileiros formados no exterior não são bem vindos aqui. Vcs abandonaram o país e agora querem voltar?
      Que fiquem no país onde estudaram.
      Queremos os cubanos e não vcs!

    • Yoyi disse:

      Sabe de nada inocente, o PMM sempre chamou em primeira instância médicos brasileiros com CRM depois médicos brasileiros formados no exterior depois medicos estrangeiros e por último os médicos cubanos mas o q aconteceu? Os anteriores não preenchiam as vagas remanescentes no sertão ou nos cafundós do Brasil e então paff apareciam os médicos cubanos. Entendeuuuu

  • MARISOL AVILA RODRIGUEZ disse:

    Nos médicos cubanos ficamos no Brazil com a intenção de continuar trabalhando no PMM.Além acreditamos nas palabras do presidente Jair Bolsonaro. Mas eu também acreditou na palabra de Deus e quero e peço pider trabalhar novamente no programa

  • Mariana disse:

    A realidade é que o povo brasileiro está sofrendo as conseqüências da carência de médicos em muitas cidades do Brasil, lamentavelmente por não ter atenção médica em muitos postos de saúde, o ministério da saúde prioriza em cada edital para inscrição no PMM a médicos brasileiros com CRM, depois brasileiros sem CRM formados no exterior e por último fica a posibilidade para os médicos extranjeiros residentes permanentes no Brasil, ninguém dos médicos brasileiros formados no exterior tem que ficar incomodado, achando que médicos de outras nacionalidades seja cubano o de outro país vão tirar suas vagas,o correto é acabar de colocar o próximo edital para inscrição e para fazer o rivalida, tem vagas suficientes a carência de médicos ainda é muito grande e mentras coitado do povo mais carente,que fica aí sofrendo essas necessidades.

  • Clari Terzinha Mazetto disse:

    Senhor presidente.sou filha da pátria médica formada no exterior, por favor olhe por nós também!! Estou no programa mais medicos e o senhor vai me mandar embora do programa pra pôr os cubanos no meu lugar,meu contrato no programa mais médicos poderia ser prorrogado por mais três anos até chegar ao revalida que não acontece por conta da ineficiência do INEP e desde 2017. Estou aqui prestes a ser descartada ,sendo que minha cidade e perfil 3 e já me disponibilizei de ir pra qualquer cidade de extrema pobreza .mas estou sem resposta .
    Cordiais saudações.
    Clari Terezinha Mazetto

    • gabriel disse:

      Queremos os médicos cubanos e não brasileiros. Vc já ficou no programa por 3 anos, agora acabou. Cumpriu seu contrato e ponto final. QUEREMOS OS CUBANOS!!!

  • Rosa disse:

    Verdade,pois minha cidade na Paraíba está sem médicos os que vieram nao quiseram pq tinham que trabalhar às oito horas ,de a oportunidade aos cubanos que querem trabalhar e se satisfaz com o que recebem ou pelo menos liberem os CRM deles que tem trabalho em todo lugar😪aqui tem um Cubano na minha casa querendo trabalhar

  • Nelson Rocha disse:

    Que bom que o governo abriu essa oportunidade para os remanescentes. Significa melhoria de vida para os mesmos e atendimento à população

  • Mauren disse:

    Sou brasileira, formada no exterior desde 2016 e até agora, já me inscrevi em todos os editais do MM e nao tive a oportunidade pegar uma vaga! estou muito frustada com a medicina no momento, já cansei de chorar por n conseguir entrar no programa. Eu n estou pedindo esmola só quero exercer minha profissão no me pais de origem.

  • Mauren disse:

    Não é falta de médicos brasileiros, pois eu e muitos que se formaram no exterior, ainda não conseguimos entrar no programa MM! Nós só queremos uma oportunidade que não nos é dada!

  • Yamileydis Barrios Piedra disse:

    Bom día, eu participei do edital e anda esto disposta. E o que fazo e esto sem emprego. Anda nao desistí.

  • John Angel Vicente Cruz disse:

    Ainda em espera de uma oportunidade para voltar trabalhar no Brasil , poder ajudar ao povo brasileiro que tanto necessita e poder exercer a nossa profissão.

  • Adrian Brea disse:

    Na verdade não acredito que o governo não aceite ou de prioridade aos brasileiros formados no exterior, já tiveram edital anterior e tudo lotado, quem esta mentindo, o governo ou médicos que desisteram do PMM. Ao final ta em jogo a Saude de povo, a minha também, e saber q tem mais de 1500 médicos cubanos q já trabalhamos no programa e nunca fuimos embora, ficamos , para trabalhar ,por motivos pessoais, então e complicado. Vcs medicos brasileiros formados no exterior sempre teram prioridade. Concordo com vocês. Obrigado.

Leave a Comment