UnB divulga regras de acesso para 88 cursos por meio do Sisu

Por: Ivan Rodrigues

Seleção oferece 1.982 vagas e substitui vestibular para o primeiro semestre.Inscrição acontece entre 11 e 14; há cotas para negros e escolas públicas.

A Universidade de Brasília (UnB) publicou nesta quarta-feira (6) as regras para ingresso no primeiro semestre de 2016 pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Serão oferecidas 1.982 vagas em 88 cursos presenciais, incluindo as cotas destinadas a alunos negros e de escolas públicas. O documento está disponível no site do Cespe.

O edital segue as regras definidas pelo Ministério da Educação (MEC) e utiliza as notas do Enem 2015 como parâmetro. Para participar, o candidato deve ter o número de inscrição e a senha cadastrados na edição mais recente do exame. Também é preciso marcar a UnB como opção de Instituição Federal de Ensino Superior.

O candidato também precisa marcar, no Sisu, as opções de sistema (universal, cotas para negros ou cotas para escolas públicas), campus, curso e turno de preferência. As inscrições acontecem entre 11 e 14 de janeiro no site do sistema.

O resultado da primeira chamada deve ser divulgado no próximo dia 18. Os alunos selecionados devem fazer matrícula entre os dias 22 e 26, no mesmo campus onde farão as aulas. O período letivo começa no dia 7 de março e vai até 6 de julho.

Sisu e notas

As notas do Enem 2015 serão divulgadas nesta sexta-feira (8). Na semana seguinte, os estudantes poderão usar as notas obtidas no Exame Nacional para fazer inscrição para as vagas em universidades públicas oferecidas por meio do Sisu.

O estudante pode se inscrever em até duas opções de vaga. O resultado da chamada regular será divulgado no dia 18 de janeiro na página do Sisu e nas instituições de ensino superior. As matrículas ocorrem nos dias 22, 25 e 26 de janeiro. Assim como na edição anterior, só haverá uma chamada.

Entre os dias 18 de janeiro e 29 de janeiro os candidatos que não foram convocados para sua primeira opção podem manifestar interesse em aderir a lista de espera. Caso sobrem vagas, as instituições poderão convocar os alunos da lista.

Espelho da redação

No início de dezembro, a Justiça decidiu que o espelho da redação do Enem 2015 deve ser disponibilizado junto com as notas individuais de cada candidato, previstas para o início de janeiro 2016. A decisão, com abrangência nacional, é da 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

Em nota, o Inep afirmou que recorreria da decisão, e disse que o espelho da redação do Enem é divulgado com fins pedagógicos e que o processo de correção é seguro.

O texto é avaliado por dois corretores independentes. Se houver discrepância acima de 100 pontos entre as notas dos dois corretores, a redação é submetida ao crivo de um terceiro corretor. Caso permaneça a diferença, a redação fica a cargo de uma banca de três especialistas , diz o texto.

Comentários